Negócios

Banco do Nordeste e Sebrae assinam acordo de cooperação

Banco e Sebrae firmaram acordo de cooperação para estimular a produtividade e competitividade de empreendedores e pequenas empresas


	Banco do Nordeste: para este ano, o banco vai disponibilizar R$ 3 bilhões em crédito
 (Divulgacao)

Banco do Nordeste: para este ano, o banco vai disponibilizar R$ 3 bilhões em crédito (Divulgacao)

DR

Da Redação

Publicado em 31 de julho de 2015 às 16h17.

Fortaleza - O Banco do Nordeste e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) firmaram hoje (31) um acordo de cooperação para estimular a produtividade e a competitividade de microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas e pequenos produtores rurais.

O acordo foi assinado durante o XXI Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento, que marca os 63 anos do banco.

Pelo acordo, as duas entidades vão dar orientações sobre capacitação técnica e gerencial, financiamento e sobre o acesso a crédito, especialmente ao FNE Inovação, que utiliza verbas do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste.

Para este ano, o banco vai disponibilizar R$ 3 bilhões em crédito. Os órgãos também vão promover estudos e pesquisas sobre os segmentos e implantar o Observatório de Pequenos Negócios para a Região Nordeste.

“[O setor de micro e pequena empresa] precisa de uma parceria de crédito não só para capital de giro, mas para investimento e inovação. Nossa expectativa é juntar as expertises para promover acesso ao crédito orientado, a uma orientação pós-crédito e a um trabalho de melhoria de planejamento e gestão dessas empresas para que possam se desenvolver o máximo possível”, declarou o presidente do Sebrae, Luiz Baretto.

Segundo o superintendente de Negócios de Varejo e Agronegócio do Banco do Nordeste, Luiz Sérgio Farias Machado, a ideia do acordo parte de uma tendência de fragilidade da micro e pequena empresa.

Ele cita que cerca de 40% dos negócios desse segmento deixam de existir em dois anos. Machado atribui essa alta taxa de insucesso à falta de conhecimento de fatores relacionados à administração do negócio, como planejamento, gestão e controle.

O diretor de Administração e Tecnologia da Informação do Banco do Nordeste, Isaías Matos Dantas, esclarece que não há limite de recursos para as atividades desse acordo.

Por meio do FNE Inovação, os pequenos produtores rurais, microempreendedores individuais e micro e pequenos empresários terão acesso a prazos e taxas apropriadas.

“O FNE Inovação visa abrigar iniciativas inovadoras que busquem maior eficiência dos meios de produção.”

Acompanhe tudo sobre:Banco do NordesteBancosEmpreendedoresEmpresasFinançasPequenas empresasSebrae

Mais de Negócios

Startup brasileira quer usar hemogramas e IA para acelerar diagnóstico do câncer de mama

A rota da KLM para transformar viagens em conexões inesquecíveis

Lembra dela? TecToy volta a apostar no mercado game e lança computador, acessórios e até jogos

Giovanna Antonelli, Caio Castro, Deborah Secco e mais: conheça franquias com sócios famosos

Mais na Exame