Mundo
Acompanhe:

Vulcão Stromboli, na Itália, volta a eruptar e autoridades decretam alerta

O vulcão é um dos mais ativos da Itália e sua erupção provocou até um micro-tsunami na ilha onde surge

Vulcão Stromboli, na Itália (Getty Images/Exame)

Vulcão Stromboli, na Itália (Getty Images/Exame)

Carlo Cauti
Carlo Cauti

9 de outubro de 2022, 15h30

O vulcão Stromboli, um dos mais ativos da Itália, voltou a eruptar neste domingo, 9, provocando uma densa coluna de fumaça, visível há quilômetros de distância, e um grande fluxo de lava.

Segundo o Laboratório de Geofísica Experimental de Florença, que está monitorando o vulcão, a fase eruptiva está ainda em curso, e teria provocado a queda parcial de uma das partes superiores da cratera, com abalos sísmicos de uma duração de mais de três minutos. Ao fluxo piroclástico seguiram pequenos outros fluxos, com atividade explosiva. O impacto da lava na água do mar chegou a provocar um "micro" tsunami de dois centímetros de altura.

A Proteção Civil italiana decretou o alerta para os residentes da ilha homônima do vulcão, e informou que está acompanhando a "elevada" atividade vulcânica. Em nota, as autoridades italianas salientaram como "em caso de uma erupção, podem ocorrer recaídas balísticas (cinzas, pedras) ou ondas de tsunami".

Os moradoras da ilha de Stromboli foram convidados a não "saírem de casa e afastarem-se de portas e janelas, pois o deslocamento de ar causado por uma possível explosão poderia quebrar o vidro, e abrigar-se sob uma mesa ou parede mais grossa, evitando de abrigar-se sob varandas e marquises".