Ucrânia perdeu 15% da capacidade de armazenamento de grãos na guerra, diz relatório

O Observatório dos Conflitos, apoiado pelo governo dos Estados Unidos, diz que os russos apreenderam 6,2 milhões de toneladas de espaço de armazenamento
No total, a guerra eliminou cerca de 8,5 milhões de toneladas das 58 milhões que a Ucrânia podia armazenar (Gabriel Jabur/Agência Brasília/Fotos Públicas)
No total, a guerra eliminou cerca de 8,5 milhões de toneladas das 58 milhões que a Ucrânia podia armazenar (Gabriel Jabur/Agência Brasília/Fotos Públicas)
A
AFPPublicado em 15/09/2022 às 20:25.

A Ucrânia perdeu cerca de 15% de sua capacidade de armazenamento de grãos na guerra com a Rússia, ameaçando seu papel como um dos principais fornecedores de alimentos do mundo, revelou um novo relatório nesta quinta-feira, 15.

O Observatório dos Conflitos, apoiado pelo governo dos Estados Unidos, diz que os russos apreenderam 6,2 milhões de toneladas de espaço de armazenamento e que uma capacidade de 2,2 milhões de toneladas da Ucrânia foi destruída.

No total, a guerra eliminou cerca de 8,5 milhões de toneladas das 58 milhões que a Ucrânia podia armazenar, ameaçando a capacidade futura de produzir suprimentos cruciais de trigo, milho e óleo de girassol para o mercado mundial, segundo o relatório.

Como resultado, os agricultores estão ficando sem espaço para armazenar seus carregamentos, o que pode desencorajar o plantio para a próxima safra, especialmente de trigo de inverno, segundo o relatório.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

"Os danos e a apreensão da capacidade de armazenamento pela Rússia e forças aliadas russas ameaçam transformar a atual crise agrária da Ucrânia em uma catástrofe", prevê o documento.

"Milhões de pessoas em todo o mundo dependem dos produtos agrícolas ucranianos e são diretamente impactadas pelo aumento dos preços no mercado global causado pela escassez relacionada à invasão russa da Ucrânia".

O relatório, preparado para o Observatório de Conflitos pelo Laboratório de Pesquisa Humanitária da Escola de Saúde Pública da Universidade de Yale, em conjunto com o Laboratório Nacional de Oak Ridge, usou fotografia de satélite e algoritmos de detenção para avaliar os danos às instalações de armazenamento em toda a Ucrânia.

O estudo descobriu que mesmo danos parciais à instalação podem arruinar as colheitas armazenadas.

A maioria das instalações ocupadas ou danificadas está em Mykolaiv, Zaporizhzhia e Donetsk Oblast, e grande parte estava perto de centros de transporte, sugerindo que foram danificadas em ataques direcionados e deliberados.

"Alvejar indiscriminadamente a infraestrutura de armazenamento de cultivos pode constituir um crime de guerra e um crime contra a humanidade sob a lei internacional", alerta o relatório.

LEIA TAMBÉM:

Presidente da Comissão Europeia quer que Putin seja levado à Justiça por conflito na Ucrânia

Armar a Ucrânia é "moralmente aceitável" dependendo das condições, diz papa