Ucrânia pede ao mundo que não reconheça anexação da Crimeia

Rada Suprema da Ucrânia aprovou resolução que pede à comunidade internacional que não reconheça a anexação da Crimeia pela Rússia

Kiev - A Rada Suprema (parlamento) da Ucrânia aprovou nesta quinta-feira uma resolução que pede à comunidade internacional que não reconheça a anexação da Crimeia pela Rússia e assegura que o povo ucraniano nunca deixará de lutar por libertar seu território da ocupação russa.

A declaração, proposta pelo presidente interino da Ucrânia, Aleksandr Turchinov, foi aprovada com 274 votos dos 303 deputados presentes no plenário da Rada.

"Em nome do povo ucraniano, a Rada declara que a Crimeia foi, é e será parte da Ucrânia. O povo ucraniano nunca e sob nenhuma circunstância deixará a luta para libertar a Crimeia dos ocupantes por dura e prolongada que esta seja", diz o documento.

Os deputados ucranianos pediram a "todos os membros da comunidade internacional que se abstenham de reconhecer a chamada "república da Crimeia" e a anexação da Crimeia e Sebastopol à Rússia como novas entidades federativas".

O documento denuncia que a república autônoma da Crimeia foi "invadida pela Rússia, em uma violação flagrante das normas do direito internacional e dos princípios geralmente aceitos de convivência dos Estados".

"Pela primeira vez desde o fim da Segunda Guerra Mundial as fronteiras da Europa reconhecidas por todos foi desenhada cinicamente pelo país que segundo tratados multilaterais e bilaterais garantiria a integridade territorial da Ucrânia e a inviolabilidade de suas fronteiras", acrescenta a declaração.

Segundo a Rada, o único motivo claro da Federação Russa para "perpetrar este crime internacional é a alardeada doutrina que procura "estender o mundo russo".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.