Mundo

Trump sugere concessão de residência permanente a estrangeiros formados em universidades dos EUA

Declarações, contrárias à postura restritiva sobre migração, ocorrem poucos dias após Joe Biden anunciar uma medida similar

Eleições EUA: novo presidente do país será escolhido em novembro (AFP)

Eleições EUA: novo presidente do país será escolhido em novembro (AFP)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 21 de junho de 2024 às 07h54.

Última atualização em 21 de junho de 2024 às 07h59.

O ex-presidente Donald Trump sugeriu que os Estados Unidos deveriam conceder "automaticamente" a residência permanente aos estrangeiros formados nas universidades do país, em um momento em que a migração é um tema-chave nas eleições presidenciais de novembro, nas quais ele busca recuperar a Casa Branca.

"Deveriam obter automaticamente - como parte da sua titulação - o 'green card' para poder permanecer neste país", afirmou Trump em uma entrevista ao podcast "All-In" publicada nesta quinta-feira, referindo-se ao visto de residência permanente americano.

O candidato republicano foi questionado sobre as restrições à imigração que, segundo o entrevistador, limitam a competitividade dos Estados Unidos e sua "capacidade de importar [...] os melhores e mais inteligentes". Trump disse que conhece histórias "de pessoas que se formaram em uma grande universidade" americana e querem "desesperadamente ficar" no país.

"Tinham um plano de negócio, um conceito, e não podem: voltam para a Índia, para a China, e fazem o mesmo negócio nesses países e se tornam multimilionários, empregando milhares e milhares de pessoas. E isso poderia ter sido feito aqui", afirmou.

As declarações do magnata, contrárias à sua habitual postura restritiva sobre a migração, ocorrem poucos dias depois de seu rival democrata, o presidente Joe Biden, anunciar uma medida similar.

Biden afirmou na terça-feira que queria acelerar o procedimento de visto de trabalho para certos migrantes que tivessem obtido um diploma de ensino superior nos Estados Unidos e a quem tivesse sido oferecido um trabalho no país.

Também anunciou medidas de regularização que poderiam beneficiar centenas de milhares de pessoas.

Acompanhe tudo sobre:Donald TrumpGoverno BidenImigração

Mais de Mundo

Ataque a Trump: "Ainda é cedo para dizer se atirador agiu sozinho", dizem autoridades

Trump se pronuncia após ser atingido na cabeça em comício na Pensilvânia

Biden se pronuncia sobre tiroteio no comício de Trump: "Estou grato em saber que ele está bem"

'Atentado contra Trump deve ser repudiado', diz Lula sobre tiros durante comício

Mais na Exame