Acompanhe:

TAP prevê dificuldades para passageiros devido à greve

Empresa pediu desculpas por antecipação a seus clientes e ressaltou que tenta encontrar soluções para quem tinha previsto voar com a companhia nestes dias

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Empresa pediu desculpas por antecipação a seus clientes e ressaltou que tenta encontrar soluções para quem tinha previsto voar com a companhia nestes dias
 (Wikimedia Commons)

Empresa pediu desculpas por antecipação a seus clientes e ressaltou que tenta encontrar soluções para quem tinha previsto voar com a companhia nestes dias (Wikimedia Commons)

D
Da Redação

Publicado em 30 de abril de 2015 às, 11h31.

Lisboa - A companhia aérea portuguesa TAP, propriedade do Estado, prevê que a greve de pilotos convocada a partir de amanhã e até o próximo dia 10 de maio provoque "enormes dificuldades para os passageiros com voos marcados neste período".

Em comunicado, a empresa pediu desculpas por antecipação a seus clientes e ressaltou que tenta encontrar soluções para quem tinha previsto voar com a companhia nestes dias.

A TAP informou que os serviços mínimos fixados pelas autoridades permitirão operar 296 voos por dia em média, equivalente a 10% das conexões que costuma realizar.

"Os demais voos dependerão da adesão dos pilotos à greve. No entanto, já há uma lista com os voos para os três primeiros dias de greve que é praticamente certo que não será possível realizar. Os passageiros com reservas estão sendo contatados para encontrar as melhores alternativas", explicou a empresa.

A administração da companhia aérea estatal alertou, além disso, "das dificuldades para serem atendidos" que podem existir para os passageiros que reivindiquem informação tanto em aeroportos como por telefone ou internet.

"Trabalhamos sem descanso para encontrar soluções que minimizem as consequências, mas em uma greve de dez dias consecutivos, é impossível resolver parte dos problemas", se desculpou a TAP.

A greve dos pilotos foi impulsionada pelos sindicatos que agrupam esta categoria para protestar pelo que consideram um descumprimento do acordo fechado em dezembro do ano passado entre o governo e a companhia para não acontecer uma greve em pleno Natal.

A TAP, líder em passageiros transportados entre Portugal e Espanha e entre Europa e Brasil, voa para 88 destinos na África, Europa e América, conta com uma folha de mais de 5.000 funcionários e uma frota de 77 aviões.

O Grupo TAP - que além da companhia aérea inclui outras empresas do setor aeronáutico com grandes dívidas - está em pleno processo de privatização.

Últimas Notícias

Ver mais
Transição energética e guerra viram pedra no sapato das siderúrgicas da Europa
ESG

Transição energética e guerra viram pedra no sapato das siderúrgicas da Europa

Há 18 horas

No G20, ministro de Finanças da Alemanha mostra otimismo sobre menção a guerras em comunicado
Mundo

No G20, ministro de Finanças da Alemanha mostra otimismo sobre menção a guerras em comunicado

Há 19 horas

Europa precisa se preparar para os riscos de enfrentar uma guerra, diz Von der Leyen
Mundo

Europa precisa se preparar para os riscos de enfrentar uma guerra, diz Von der Leyen

Há um dia

Bolsas da Europa fecham mistas com Frankfurt em destaque; Casino sobe com aval à reestruturação
seloMercados

Bolsas da Europa fecham mistas com Frankfurt em destaque; Casino sobe com aval à reestruturação

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais