Mundo

Sobe para 44 total de mortos em deslizamento de terra na China

Desastre aconteceu na manhã de segunda-feira na cidade de Liangshui, na província de Yunnan

China: Equipes seguem em busca de sobreviventes (AFP Photo)

China: Equipes seguem em busca de sobreviventes (AFP Photo)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 25 de janeiro de 2024 às 11h31.

O balanço de mortos no deslizamento de terra ocorrido na segunda-feira, 22, em uma zona montanhosa do sudoeste da China subiu para 44 nesta quinta-feira, 25, depois de se encontrar a última pessoa dada como desaparecida, informou um veículo da imprensa estatal.

A tragédia aconteceu na manhã de segunda-feira na cidade de Liangshui, na província de Yunnan, uma das mais pobres do país.

Dezoito casas foram soterradas e mais de 200 pessoas foram retiradas do local. O balanço anterior, divulgado mais cedo nesta quinta, indicava 43 mortos, mas o último corpo foi encontrado pouco depois sob os escombros.

Cerca de 200 equipes de resgate participaram das operações de busca na neve, enfrentando temperaturas abaixo de zero.

Deslizamentos de terra são comuns no montanhoso sudoeste da China, especialmente após as chuvas.

Em setembro passado, chuvas torrenciais na região sul de Guanxi causaram um deslizamento de terra em uma zona montanhosa. Pelo menos sete pessoas morreram, segundo a imprensa local.

Em agosto, mais de 20 pessoas morreram em um deslizamento de terra causado por enchentes no povoado de Xi'an, no norte do país.

Acompanhe tudo sobre:ChinaDesastres naturais

Mais de Mundo

Ucrânia afirma que impediu avanço em alguns pontos da região de Kharkiv

O que esperar de Putin na China — e por que os países estão tão próximos agora

Primeiro-ministro da Eslováquia baleado: o que se sabe até agora sobre o atentado

Chefe da inteligência americana alerta para o aumento das ameaças às eleições de 2024

Mais na Exame