Mundo

Rio planeja sistema público de aluguel de carros elétricos

Proposta é inspirada no modelo de locação de veículos ecológicos que está sendo implantado em Paris

Imagem computadorizada mostra como serão as estações do Autolib, em Paris, que servirá de inspiração para o Rio. (Divulgação)

Imagem computadorizada mostra como serão as estações do Autolib, em Paris, que servirá de inspiração para o Rio. (Divulgação)

Vanessa Barbosa

Vanessa Barbosa

Publicado em 4 de maio de 2011 às 14h19.

São Paulo - Com vistas às Olimpíadas de 2016, quando os  olhos do mundo estarão voltados para o Brasil, o Rio de Janeiro está planejando um sistema de estações para locação de carros elétricos. A proposta de mobilidade verde, ainda em estágio embrionário, é inspirada no modelo de locação de veículos ecológicos de Paris, a ser lançado em outubro deste ano.

A prefeitura da cidade abriu uma chamada pública no Diário Oficial desta terça (3) para receber projetos de implantação do sistema. Os interessados terão até seis meses para entregar as propostas, mas devem manifestar a pretensão de participar no prazo de 30 dias.

A adoção de carros movidos a eletricidade, segundo o prefeito Eduardo Paes, tem o objetivo de melhorar a mobilidade e diminuir a poluição sonora e atmosférica da cidade. O sistema será semelhante ao de locação de bicicletas, que a cidade lançou em 2009, com estações em diversas regiões. Turistas também poderão utilizar o sistema.

Direção à francesa

O sistema carioca tem inspiração francesa. Após o sucesso das estações de aluguel públicas para bicicletas, o Vélib, modelo copiado globalmente, Paris deve lançar no final de 2010 um serviço de locação de carros elétricos, o Autlolib.

Bluecar: o elétrico de aluguel parisiense. (Divulgação)

Previsto para ser lançado no segundo semestre de 2011, o projeto deverá contar com 3 mil veículos movidos a eletricidade em um primeiro momento. O carro escolhido para a empreitada 100% elétrica foi o Bluecar, desenvolvido pelo grupo francês Bolloré.

Pelo menos 700 estações de aluguel deverão ser instaladas só em Paris. Mas os motoristas também poderão contar com outros 300 pontos de retirada e entrega do veículo em cidade vizinhas. Todas as estações contarão com um sistema de recarga para o carro elétrico, que, segundo o fabricante, possui autonomia de 250 km.

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaCarrosCarros elétricoscidades-brasileirasEuropaFrançaMetrópoles globaisParis (França)Rio de JaneiroSustentabilidadeTecnologias limpasVeículos

Mais de Mundo

Exército israelense anuncia pausa diária nas operações em uma região de Gaza

Cúpula pela paz na Suíça reafirma integridade da Ucrânia, mas pede negociações com a Rússia

Brasil é 3º país mais inseguro da América do Sul, diz Global Peace Index

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Mais na Exame