Acompanhe:

Rachaduras no gelo traz esperanças de resgate de navio

O gelo no qual o navio russo Akademik Shokalskiy está preso com 74 pessoas parece estar rachando, aumentando as esperanças de um resgate

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Passageira de navio russo preso na Antártida observa pinguim: embarcação está presa desde o dia 24 de dezembro. A bordo estão cientistas e turistas australianos
 (.)

Passageira de navio russo preso na Antártida observa pinguim: embarcação está presa desde o dia 24 de dezembro. A bordo estão cientistas e turistas australianos (.)

D
Da Redação

Publicado em 29 de dezembro de 2013 às, 11h22.

Perth - O gelo no qual o navio russo Akademik Shokalskiy está preso com 74 pessoas a bordo na Antártida parece neste domingo estar rachando, aumentando as esperanças de um resgate, à medida que uma potente embarcação quebra-gelo australiana se aproxima do navio encalhado.

O Akademik Shokalskiy deixou a Nova Zelândia no dia 28 de novembro numa expedição privada para comemorar o centésimo aniversário de uma viagem à Antártida do famoso explorador australiano Douglas Mawson.

O navio ficou preso no gelo no dia 24 de dezembro. A bordo estão cientistas e turistas, muitos deles australianos, e a tripulação russa.

Espera-se que o Aurora Australis, o navio quebra-gelo australiano, chegue ao local onde a embarcação russa encalhou à meia-noite deste domingo.

Um quebra-gelo chinês já tentou abrir caminho até a embarcação russa e fracassou. No entanto, o clima deste domingo está melhor para um resgate.

"As condições do gelo aparentemente melhoraram, e parece que alguns pontos amoleceram e que há rachaduras", afirmou à Reuters Lisa Martin, da autoridade australiana para segurança marítima, que coordena o resgate.

Segundo ela, os procedimentos para o resgate serão definidos quando o Aurora chegar ao local.

As pessoas a bordo do navio estão bem e não estiveram em nenhum momento sob um perigo iminente.

"Estamos esperando que o Aurora nos tire daqui", afirmou Chris Turney, o professor que lidera a expedição que ficou presa no gelo, num email para a Reuters neste domingo. "A esperança é que algumas rachaduras estão se desenvolvendo na superfície do gelo por causa dos ventos mais fracos e do sol de hoje."

Últimas Notícias

Ver mais
Veja a posição do Brasil no ranking que lista as 30 maiores forças navais do mundo em 2024
Brasil

Veja a posição do Brasil no ranking que lista as 30 maiores forças navais do mundo em 2024

Há 5 dias

Crise no Mar Vermelho já afeta preços na Europa; mais de 400 navios desviaram rota
Mundo

Crise no Mar Vermelho já afeta preços na Europa; mais de 400 navios desviaram rota

Há 2 semanas

Ucrânia afirma que destruiu navio de guerra russo na Crimeia, península ucraniana
Mundo

Ucrânia afirma que destruiu navio de guerra russo na Crimeia, península ucraniana

Há 2 semanas

R$ 7,5 trilhões: o custo para zerar emissões do setor de energia e transporte na UE
ESG

R$ 7,5 trilhões: o custo para zerar emissões do setor de energia e transporte na UE

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais