Acompanhe:

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou nesta quinta-feira, 9, que irá dissolver o Parlamento Nacional e convocar eleições antecipadas, dois dias após o primeiro-ministro do país, António Costa, ter renunciado em meio a um governo contaminado por escândalos de corrupção.

As novas eleições devem ocorrer no próximo 10 de março de 2024, segundo o presidente.

O anúncio foi feito durante discurso transmitido após o encontro de Rebelo com o Conselho de Estado do país, um órgão consultivo composto por antigos políticos e outras figuras públicas veteranas de renome. Costa seguirá como primeiro-ministro interino até as eleições, indicou o presidente.

Costa lidera Portugal desde 2015 e venceu eleições no ano passado. Entretanto, renunciou depois que Portugal foi abalado por uma grande operação policial na terça-feira, 7, como parte de uma investigação de corrupção que incluiu a prisão de seu chefe de gabinete, juntamente com outras quatro pessoas, e a nomeação de um de seus ministros como suspeito.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Ucrânia se retira de Avdiivka diante de cerco russo
Mundo

Ucrânia se retira de Avdiivka diante de cerco russo

Há 4 horas

Texas anuncia construção de base militar na fronteira com o México
Mundo

Texas anuncia construção de base militar na fronteira com o México

Há 4 horas

Corte Internacional de Justiça rejeita pedido da África do Sul para impedir ofensiva israelense
Mundo

Corte Internacional de Justiça rejeita pedido da África do Sul para impedir ofensiva israelense

Há 5 horas

Rússia detém mais de 100 pessoas por manifestações em homenagem a Navalny, segundo ONG
Mundo

Rússia detém mais de 100 pessoas por manifestações em homenagem a Navalny, segundo ONG

Há 5 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais