Mundo

Pesquisa com historiadores aponta Biden como 14º melhor presidente dos EUA; Trump vem em último

No principal, sobre quem seria o melhor, os entrevistados precisaram dar notas, de 0 a 100, aos 45 homens que já ocuparam a Presidência

Em tempos mais recentes, Barack Obama (2009-2017), surge em 7º lugar, com nota 73,8 (AFP)

Em tempos mais recentes, Barack Obama (2009-2017), surge em 7º lugar, com nota 73,8 (AFP)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 20 de fevereiro de 2024 às 13h06.

Uma pesquisa divulgada na segunda-feira, quando os EUA celebraram o feriado do Dia do Presidente, revelou que, na opinião de historiadores, o atual chefe de Estado americano, Joe Biden, foi o 14º melhor desde a declaração da independência, em 1776. Abraham Lincoln, presidente durante a Guerra Civil e responsável pela abolição da escravatura, lidera a lista, enquanto Donald Trump (2017-2021), que assim como Biden tentará comandar a Casa Branca no ano que vem, vem em último.

A sondagem foi liderada pelos professores Brandon Rottinghaus, da Universidade de Houston, e Justin S. Vaughn, da Universidade da Costa da Carolina, e fez uma série de perguntas a 154 historiadores, em busca de um ranking dos presidentes americanos, com base em uma série de aspectos.

No principal, sobre quem seria o melhor, os entrevistados precisaram dar notas, de 0 a 100, aos 45 homens que já ocuparam a Presidência. Abraham Lincoln (1861-1865), veio em primeiro, com nota média de 93,87, seguido por Franklin Delano Roosevelt (1933-1945), que comandou os EUA após a grande recessão e durante a Segunda Guerra Mundial, que teve nota de 90,83. Em terceiro vem George Washington (1789-1797), o primeiro presidente americano, com nota 90,32.

Depois dos anos 2000

Em tempos mais recentes, Barack Obama (2009-2017), surge em 7º lugar, com nota 73,8, registrando um salto de nove posições em relação à última pesquisa, feita em 2015. Bill Clinton (1993-2001) vem em 12º, com 62,42, enquanto o atual presidente, Joe Biden, aparece duas posições atrás, em 14º, com 62,66.

"O mais importante feito de Biden talvez tenha sido o resgate da Presidência de Trump, retomando um estilo mais tradicional de liderança presidencial e que agora está se preparando para manter seu antecessor longe da Presidência", escrevram Rottinghaus e Vaughn, no Los Angeles Times, na apresentação dos resultados.

Em último

Citado com pouco apreço pelos pesquisadores, Trump apareceu na última posição, com nota 10,92 — em outro trecho da pesquisa, é apontado como o presidente mais polarizador da História, muito à frente dos demais citados.

"Trump manteve a posição que mantinha há seis anos: último, atrás de presidentes historicamente calamitosos, como James Buchanan (1857-1861) e Andrew Johnson(1865 -1869). Além disso, o afastamento radical de Trump das normas políticas, institucionais e legais afetou as análises não apenas dele, mas também de Biden e outros presidentes", escreveram os responsáveis pela pesquisa no Los Angeles Times.

Monte Rushmore

Em um ponto curioso da pesquisa, os historiadores foram questionados sobre qual presidente gostariam de ver no Monte Rushmore, onde hoje estão esculpidas as faces de George Washington, Abraham Lincoln, Thomas Jefferson (1801-1809) e Theodore Roosevelt (1901-1909). Franklin Roosevelt apareceu em primeiro, escolhido por 65,4% dos entrevistados. Em segundo vem Barack Obama, com 11% e em terceiro há um empare entre Dwight Eisenhower (1953-1961), James Madison (1809 -1817)e John Kennedy (1961-1963), com 4% cada.

Acompanhe tudo sobre:Eleições americanasGoverno BidenJoe BidenDonald Trump

Mais de Mundo

Hezbollah lança ataque mais profundo a Israel em resposta à morte de um de seus membros

Musk acusa Austrália de censura após bloqueio de vídeo de ataque terrorista

Brasil volta a ficar entre os 20 principais destinos do investimento estrangeiro, diz estudo

Mais na Exame