Mundo

Pedidos de ajuda por covid dominam redes sociais na Índia

Há uma tragédia em curso em um país de 1,3 bilhão de habitantes, onde agora os casos de covid-19 aumentam no ritmo mais rápido do mundo

Na quinta-feira a Índia registrou um recorde de 2.104 mortes de covid-19, embora um número ainda menor que o do Brasil (Anindito Mukherjee/Getty Images)

Na quinta-feira a Índia registrou um recorde de 2.104 mortes de covid-19, embora um número ainda menor que o do Brasil (Anindito Mukherjee/Getty Images)

B

Bloomberg

Publicado em 22 de abril de 2021 às 18h20.

Última atualização em 22 de abril de 2021 às 23h07.

Atualmente, as postagens nas redes sociais da Índia não são mais sobre fotos provocantes, memes engraçados ou piadas sobre política. Agora, pedidos desesperados para salvar vidas inundam o Twitter e o Instagram em meio à disparada de casos e mortes por Covid que sobrecarregam hospitais e crematórios do país.

No feed do Instagram de Bharath Pottekkat, uma mensagem diz: “Mumbai, por favor, me ajude! Pulmões prejudicados devido à infecção por pneumonia. Preciso de um leito de UTI.” Outro diz: “Plasma necessário com urgência para tratamento de paciente com Covid no Hospital Max, Déli”.

Novos apelos chegam a cada atualização. “Meu cérebro não consegue lidar com a sobrecarga das redes sociais”, disse Pottekkat, estudante de direito de 20 anos de Nova Déli. “Não consigo processar o que estou lendo. Sinto-me entorpecido.”

Twitter, Facebook, Instagram, WhatsApp e Telegram estão repletos com mensagens de familiares e amigos desesperados implorando todo tipo de coisa, como camas de hospital, remédios, tomografias computadorizadas, testes de Covid em casa e até comida para idosos em quarentena.

Os apelos desesperados, na esperança de que alguém responda com um remédio rápido, oferecem uma amostra da tragédia em curso em um país de 1,3 bilhão de habitantes, onde agora os casos de Covid-19 aumentam no ritmo mais rápido do mundo. As mensagens também revelam o pânico e a confusão em meio à escassez de medicamentos, leitos de terapia intensiva e oxigênio.

Destacando a situação sombria, na quinta-feira a Índia registrou um recorde de 2.104 mortes de Covid-19 e um número sem precedentes de 314.835 novos casos - o maior total diário do mundo. O número de infecções, de quase 16 milhões, é o segundo maior do planeta.

Apesar de sediar a maior fabricante mundial de vacinas, o país tem dificuldade em fornecer doses suficientes. Grandes festivais e eleições que levaram a aglomerações e menor vigilância sobre o uso de máscaras e distanciamento social contribuíram para a nova onda.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusÍndiaNova DeliRedes sociais

Mais de Mundo

Morte de presidente do Irã não deve gerar revolução, mas disputa silenciosa, diz especialista

EUA: Yellen pedirá a aliados europeus para atuar de modo conjunto nas sanções contra a Rússia

Julgamento de Trump entra em fase final, em meio a suspense sobre seu testemunho

Tensão entre Milei e Sánchez, primeiro-ministro da Espanha, se desdobra em crise diplomática

Mais na Exame