Oposição da Venezuela adia negociações com o governo

As negociações para aliviar a crise política na Venezuela foram programadas para quarta-feira.

Caracas  - A oposição da Venezuela disse nesta terça-feira que não participará do diálogo político programado para esta semana na República Dominicana com o governo do presidente Nicolás Maduro, uma vez que não foram convidadas autoridades regionais.

"O processo de negociação internacional não pode continuar até que ministros de Relações Exteriores sejam convidados", disse o negociador da oposição, Luis Florido, a repórteres, referindo-se à potencial presença de vários chanceleres latino-americanos.

As negociações para aliviar a crise política na Venezuela foram programadas para quarta-feira. Os esforços anteriores de diálogo acabaram em recriminações entre os dois lados, sem avanços concretos.

A coalizão de oposição já acusou o governo Maduro de bloquear a presença de ministros de Relações Exteriores nas negociações desta semana, mas na terça-feira disse que parecia ser mais um problema de agendamento.

Não houve resposta imediata de autoridades.

A principal demanda da oposição é de condições livres e justas para as eleições presidenciais de 2018.

Também quer liberdade para ativistas presos, autonomia para o Congresso liderado pela oposição e um corredor de ajuda humanitária estrangeira para ajudar a aliviar a crise econômica sem precedentes na Venezuela.

Maduro acusa seus oponentes de conspirar com os Estados Unidos e uma campanha internacional de direita para expulsar seu governo socialista através de um golpe. O governo está buscando garantias contra a violência e o reconhecimento da Assembleia Constituinte pró-Maduro que derrubou o Congresso.

Pelo menos 125 pessoas morreram em quatro meses de protestos frequentemente violentos contra Maduro neste ano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.