Acompanhe:

Nigéria promete imenso aparato de segurança para Fórum

Militantes islâmicos suspeitos realizaram um atentado a bomba nos arredores da capital na segunda-feira

Modo escuro

Continua após a publicidade
Aglomeração em local de explosão de bomba: comunicado afirmou que mais de 6 mil membros das forças de segurança, composta pela polícia e Exército, seriam mobilizados para proteger o FEM África em Abuja (Afolabi Sotunde/Reuters)

Aglomeração em local de explosão de bomba: comunicado afirmou que mais de 6 mil membros das forças de segurança, composta pela polícia e Exército, seriam mobilizados para proteger o FEM África em Abuja (Afolabi Sotunde/Reuters)

D
Da Redação

Publicado em 15 de abril de 2014 às, 08h53.

Abuja - A Nigéria vai montar uma grande operação de segurança para proteger o Fórum Econômico Mundial na África, planejado para Abuja na próxima semana, após militantes islâmicos suspeitos realizarem um atentado a bomba nos arredores da capital na segunda-feira, disseram os organizadores nigerianos do evento.

"Nosso planejamento de segurança para o Fórum Econômico Mundial na África (marcado para 7 e 9 de maio) está bem avançado e vai ser a maior operação de segurança já montada nesse país para uma cúpula internacional", disse o ministro das Finanças nigeriano, Ngozi Okonjo-Iwela, em um comunicado enviado aos participantes do fórum ao qual a Reuters teve acesso.

A explosão na hora mais movimentada da manhã de segunda em uma estação de ônibus em Nyanya, no qual morreram 71 pessoas e outras ficaram feridas, foi o ataque mais violento de todos os tempos na capital do maior produtor de petróleo da África e atual maior economia africana.

Enquanto o presidente Goodluck Jonathan acusa o grupo islâmico Boko Haram, que conduz uma insurgência contra o governo na região nordeste do país, o ataque a bomba desperta questionamentos sobre a habilidade do governo de proteger a capital.

Referindo-se ao que chamou "suspeita de ato de terrorismo", o comunicado afirmou que mais de 6 mil membros das forças de segurança, composta pela polícia e Exército, seriam mobilizados para proteger o FEM África em Abuja, cobrindo uma área de 250 quilômetros quadrados.

O comunicado garantiu aos participantes que estarão seguros e expressou "nosso profundo compromisso de que esses eventos trágicos não vão impedir de cumprir nossa promessa de sediar um encontro de nível mundial no próximo mês". O texto também foi assinado por Nwanze Okidegbe, principal assessor econômico do presidente Jonathan.

Últimas Notícias

Ver mais
Missão Forrest Gump: corredor britânico cruza a África após percorrer 16 mil km em 352 dias
Pop

Missão Forrest Gump: corredor britânico cruza a África após percorrer 16 mil km em 352 dias

Há uma semana

Operadora de telefonia americana alerta para vazamento de 73 milhões de contas na dark web
Economia

Operadora de telefonia americana alerta para vazamento de 73 milhões de contas na dark web

Há 2 semanas

A nuvem pode ser tão segura quanto pilotar um superesportivo
Future of Money

A nuvem pode ser tão segura quanto pilotar um superesportivo

Há 2 semanas

Nigéria processa Binance e executivos com acusações de evasão fiscal
Future of Money

Nigéria processa Binance e executivos com acusações de evasão fiscal

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais