Acompanhe:

O Irã está "muito diretamente envolvido" em ataques a embarcações marítimas que rebeldes houthis do Iêmen têm realizado, durante a guerra entre o Hamas e Israel, afirmou nesta segunda-feira, 22, Brad Cooper, vice-almirante que é o principal militar americano no Oriente Médio.

Em entrevista, porém, Cooper não chegou a dizer que Teerã foi diretamente responsável por ataques ocorridos no Mar Vermelho e no Golfo de Áden.

A autoridade militar admitiu que os ataques associados ao Irã têm se expandido, de antes ameaçarem apenas o Golfo Pérsico e seu Estreito de Hormuz para águas mais abrangentes do Oriente Médio.

"Claramente, as ações dos houthis, provavelmente em termos de seus ataques a navios mercantes, são as mais significativas que temos visto em duas gerações", afirmou, em entrevista por telefone. Cooper qualificou os episódios como "ataques à comunidade internacional", que recebem com isso uma resposta internacional.

Desde novembro, rebeldes houthis apoiados pelo Irã lançaram ao menos 34 ataques contra navios mercantes em águas que levam ao Canal de Suez, no Egito, uma rota crucial para energia e cargas vindas da Ásia e do Oriente Médio para a Europa. Nos últimos dias, os EUA lançaram sete rodadas de ataques aéreos sobre locais dos houthis, como bases aéreas. Os riscos à economia global, porém, permanecem, enquanto navios continuam a contornar a rota por uma jornada mais longa contornando a África ao Sul.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Yellen diz que a relação EUA-China está ‘mais estável’, mas que ainda há espaço para melhora
Economia

Yellen diz que a relação EUA-China está ‘mais estável’, mas que ainda há espaço para melhora

Há 3 horas

Aos 15 anos, americano ganha US$ 100 mil no programa Shark Tank por uma ideia que teve na infância
seloNegócios

Aos 15 anos, americano ganha US$ 100 mil no programa Shark Tank por uma ideia que teve na infância

Há 20 horas

EUA e Israel se reúnem no Egito para chegar a nova trégua após seis meses de guerra
Mundo

EUA e Israel se reúnem no Egito para chegar a nova trégua após seis meses de guerra

Há um dia

Haddad cita boas relação com EUA e China mas vê potencial brasileiro subestimado pelos dois
Economia

Haddad cita boas relação com EUA e China mas vê potencial brasileiro subestimado pelos dois

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais