Acompanhe:

A Guiana cancelou o envio de uma equipe a Trinidad e Tobago para ajudar na limpeza de um derramamento de petróleo no litoral do país caribenho, depois que o governo trinitino informou que "não era necessário", disse neste sábado, 17, à AFP o secretário Relações Exteriores guianês, Robert Persaud.

O governo da Guiana havia informado que enviaria uma equipe de cinco membros da Comissão de Defesa Civil, da Administração Marítima e da Agência de Proteção Ambiental a Trinidad e Tobago para oferecer ajuda após este grave acidente que levou o país caribenho a declarar uma emergência.

Mas as autoridades trinitinas assinalaram depois que a ajuda "não era necessária", segundo Persaud.

"Dado que temos desenvolvido capacidade local com o surgimento de nosso setor de petróleo e gás, é o melhor que podemos fazer", disse Persaud mais cedo, quando anunciou que seu país enviaria ajuda.

Vazamento de petróleo

Ao menos duas embarcações, um navio e um rebocador, estão envolvidas no vazamento de petróleo que afeta o litoral de Trinidad e Tobago há mais de uma semana, segundo informações do governo.

Inicialmente, informou-se que um navio-petroleiro identificado com o nome "Gulfstream" virou no litoral sudeste da ilha de Tobago, sem que se conhecessem detalhes sobre o destino de sua tripulação.

Mas investigações da guarda-costeira trinitina "revelaram que as embarcações pareciam ter como destino a Guiana".

"As autoridades guianesas confirmaram que nenhuma das embarcações chegou como estava previsto. Até o momento, não se sabe se vidas foram perdidas no incidente", disse esta semana o Ministério de Segurança Nacional de Trinidad e Tobago.

Mais de 1.000 voluntários participam nas operações de limpeza.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Petróleo sobe em meio a risco de ataque iraniano a Israel
seloMercados

Petróleo sobe em meio a risco de ataque iraniano a Israel

Há um dia

AIE espera que demanda global por petróleo desacelere mais em 2025
Economia

AIE espera que demanda global por petróleo desacelere mais em 2025

Há um dia

Temor de ataque do Irã contra Israel faz preço do petróleo voltar a subir
seloMercados

Temor de ataque do Irã contra Israel faz preço do petróleo voltar a subir

Há um dia

Petrobras (PETR4): Prates defende exploração na Margem Equatorial e ignora crise durante evento
Brasil

Petrobras (PETR4): Prates defende exploração na Margem Equatorial e ignora crise durante evento

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais