Guerra na Ásia? Taiwan mostra vídeo simulando invasão chinesa

No vídeo, também publicado nas redes sociais, a simulação de ataque acontece pelo estreito de Taiwan, o canal que separa a ilha da China

A televisão estatal de Taiwan divulgou nesta sexta-feita (21) um vídeo de um exercício militar de uma resposta a um eventual ataque à ilha. Nele, há imagens de armamentos usados para atacar aeronaves, tanques e navios inimigos. E quem seria o suposto adversário? A China.

É que, no vídeo, também publicado nas redes sociais, a simulação de ataque acontece pelo estreito de Taiwan, o canal que separa a ilha da China. E as filmagens acontecem logo depois de a própria China ter mostrado, em sua emissora estatal, uma série de propagandas militares conforme a tensão entre os dois países ia aumentando.

“O país mais egoísta pode provocar uma guerra impensadamente, e o governo mais ignorante pode ser pego nas chamas da guerra. Isso teria como único efeito impulsionar a fúria e a antipatia do povo de Taiwan e ferir a paz e a estabilidade no estreito de Taiwan”, disse o ministro da defesa de Taiwan em uma declaração no Facebook, junto com o vídeo.

Apesar de a tensão entre os dois países ter aumentado, segundo o jornal South China Morning Post, uma pesquisa da Associação Chinesa de Opinião Pública, em Taiwan, apontou que 80% da população não acredita que possa haver um ataque da China à ilha.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.