Mundo

Falso alarme de bomba causa correria e deixa feridos na Itália

O falso alarme causou correria na praça San Carlo, em Turim, na Itália, enquanto a Juventus jogava contra o Real Madrid pela final da Champions

Torcedora da Juventus fica machucada após falso alarme de bomba (Giorgio Perottino/Reuters)

Torcedora da Juventus fica machucada após falso alarme de bomba (Giorgio Perottino/Reuters)

Diogo Max

Diogo Max

Publicado em 3 de junho de 2017 às 18h32.

Última atualização em 3 de junho de 2017 às 20h33.

São Paulo – Um alarme falso de bomba causou correria na praça San Carlo, em Turim, na Itália, enquanto milhares de torcedores da Juventus assistiam ao jogo entre o time da cidade e o Real Madrid, pela final da Champions League, neste sábado.

De acordo com o jornal La Repubblica, mais de 600 pessoas ficaram feridas por conta do medo de um ataque terrorista, o que causou correria entre os 300 mil torcedores. O jornal aponta como uma possível causa do pânico a queda de uma grade de uma escada de acesso a um estacionamento subterrâneo.

O som forte gerou corre-corre e muitos torcedores acabaram imprensados contra barreiras de contenção instaladas na praça. As forças de segurança e os bombeiros de Turim foram acionados imediatamente para a ocorrência.

A Juventus perdeu a final da Champions por 4 a 1 e acabou sendo vice-campeã pela sétima vez na história. A partida aconteceu em Cardiff, no País de Gales

Vídeos publicados nas redes sociais dão uma ideia do pânico gerado.

yt thumbnail

 

Acompanhe tudo sobre:Ataques terroristasFutebolItália

Mais de Mundo

Dalai Lama chega a Nova York para tratamento nos joelhos

Chefe de Governo alemão pede a Milei para prestar atenção à 'coesão social'

Calor extremo mata mais de mil pessoas durante peregrinação a Meca

Ministro israelense viaja a Washington para negociações cruciais sobre guerra em Gaza

Mais na Exame