Mundo

Espanha vai responder por violência, diz porta-voz catalão

Porta-voz disse acreditar que milhões de votos serão apurados e que aqueles que já estão nas filas para votar deveriam ser autorizados a fazê-lo

Catalunha: "O Estado espanhol ficou muito comprometido e acabará respondendo aos tribunais internacionais" (David Gonzalez/Reuters)

Catalunha: "O Estado espanhol ficou muito comprometido e acabará respondendo aos tribunais internacionais" (David Gonzalez/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 1 de outubro de 2017 às 17h37.

Última atualização em 1 de outubro de 2017 às 17h47.

Madri - O governo espanhol responderá perante os tribunais internacionais pela violência policial que deixou pelo menos 800 pessoas feridas durante um referendo proibido na região da Catalunha, disse o porta-voz do governo regional no domingo.

"O Estado espanhol ficou muito comprometido e acabará respondendo aos tribunais internacionais", disse o porta-voz do governo regional da Catalunha, Jordi Turull, durante uma conferência de imprensa.

Turull disse acreditar que milhões de votos serão apurados e que aqueles que já estão nas filas para votar deveriam ser autorizados a fazê-lo, apesar do horário de votação não ter sido estendido. Ele disse que não saber quando a contagem dos votos seria finalizada.

Acompanhe tudo sobre:CatalunhaEspanhaJustiçaReferendo

Mais de Mundo

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Pequeno município no leste da China desenvolve indústria panificadora bilionária

Após escândalo com PwC na China, KPMG e EY assumem auditorias no país

Biden viaja a Los Angeles para evento de arrecadação de fundos com celebridades

Mais na Exame