Acompanhe:

A última contagem parcial das eleições gerais na Espanha, com aproximadamente 95% dos votos contabilizados, indica que nenhuma sigla ou coalizão conquistará a maioria absoluta no parlamento, apesar do Partido Popular (PP), de orientação conservadora, liderar as projeções, superando os atuais governantes, o Partido Socialista.

Segundo dados preliminares divulgados pelo Ministério do Interior, o PP está a caminho de obter 136 assentos no parlamento, um incremento significativo em relação à eleição anterior, em 2019, quando obteve 89 assentos.

Vox, partido de extrema direita, conquistou 33 assentos. Ainda que represente a terceira força política mais relevante no parlamento, a aliança hipotética com o PP não seria suficiente para alcançar a maioria absoluta necessária, de 176 assentos.

Enquanto isso, o Partido Socialista do atual Primeiro Ministro, Pedro Sanchez, amargou uma derrota preliminar, com 122 assentos, e o seu aliado, a força política de extrema esquerda Sumar, obteve 31 assentos.

Os resultados apontam para um possível impasse no parlamento. Isso contraria as pesquisas de opinião anteriores, que previam uma provável conquista da maioria por uma aliança entre PP e Vox.

As eleições na Espanha

No sistema espanhol, a formação do governo federal deriva das bancadas eleitas para a Câmara - conhecida como "Congreso de los Diputados". A maioria absoluta - representada por 176 das 350 cadeiras - permite que o partido ou coalizão eleja o candidato a primeiro-ministro.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Embaixada dos EUA alerta viajantes sobre dengue no Brasil
Mundo

Embaixada dos EUA alerta viajantes sobre dengue no Brasil

Há 3 horas

Trump se compara a Navalny por problemas jurídicos e evita criticar Putin
Mundo

Trump se compara a Navalny por problemas jurídicos e evita criticar Putin

Há 4 horas

'Trump violou a Constituição', afirma republicana de 91 anos que busca inabilitá-lo
Mundo

'Trump violou a Constituição', afirma republicana de 91 anos que busca inabilitá-lo

Há 5 horas

Líderes internacionais evitam comentar crise entre Brasil e Israel
Mundo

Líderes internacionais evitam comentar crise entre Brasil e Israel

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais