Acompanhe:

O governo de Cuba anunciou na quinta-feira, 7, que 17 pessoas foram detidas por suposta relação com uma rede de tráfico que opera a partir da Rússia para recrutar jovens para a guerra na Ucrânia. A informação foi divulgada pelo ministério do Interior do país.

Na segunda-feira, o governo revelou que trabalhava para desarticular uma rede de tráfico de pessoas dedicada a transportar moradores da ilha para a guerra, além de recrutar outros jovens que moram na Rússia.

O coordenador da investigação, César Rodríguez, disse que um dos detidos é o organizador das atividades e outros dois eram os que procuravam os cubanos interessados no alistamento para a guerra. A nacionalidade dos acusados não foi revelada. Segundo o portal de notícias Cubadebate, outras 14 pessoas confessaram que aderiram de maneira voluntária à operação, em troca de residência russa e pagamento.

A Procuradoria Geral cogita acusar os detidos pelos crimes de "tráfico de pessoas, mercenarismo (e) atos hostis em um Estado estrangeiro", o que pode resultar em sentenças de 30 anos de detenção, prisão perpétua e até pena de morte.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, afirmou na segunda-feira que o governo atua "com a força da lei" contra as operações. Ele reforçou que Cuba não é parte do conflito na Ucrânia. O jornal América TeVe, de Miami, publicou na última sexta-feira, 1, depoimentos de dois adolescentes que disseram terem sido enganados por pessoas que os procuraram no Facebook para que trabalhassem como pedreiros em obras na Ucrânia ao lado do Exército russo. Também divulgou os relatos de outros cubanos que afirmaram ter sido contratados pelas Forças Armadas russas.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Trump declara apoio à fertilização in vitro após Corte decidir que embriões congelados são crianças
Mundo

Trump declara apoio à fertilização in vitro após Corte decidir que embriões congelados são crianças

Há 8 horas

Greve mantém Torre Eiffel fechada na manhã de sábado
Mundo

Greve mantém Torre Eiffel fechada na manhã de sábado

Há 8 horas

Manifestações na Argentina reivindicam assistência alimentar
Mundo

Manifestações na Argentina reivindicam assistência alimentar

Há 9 horas

Autoridades russas ameaçam enterrar Navalny na prisão onde morreu, afirma oposição
Mundo

Autoridades russas ameaçam enterrar Navalny na prisão onde morreu, afirma oposição

Há 10 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais