Coroação de Charles III: Príncipe Harry e Meghan estão entre os convidados

De acordo com um porta-voz do casal, o duque de Sussex recebeu um e-mail do gabinete de Sua Majestade sobre a coroação de Charles III, que acontecerá em 6 de maio

Meghan Markle e Príncipe Harry: casal é convidado para a cerimônia de coroação do rei Charles III, no Reino Unido (Mike Coppola/Getty Images)

Meghan Markle e Príncipe Harry: casal é convidado para a cerimônia de coroação do rei Charles III, no Reino Unido (Mike Coppola/Getty Images)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 5 de março de 2023 às 14h34.

O príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle foram convidados para a coroação do rei Charles III, informou o The Sunday Times neste domingo, 5. O casal, que mora nos Estados Unidos desde 2020, ainda não informou se comparecerá.

De acordo com um porta-voz do casal, citado pelo jornal britânico, o príncipe Harry "recebeu recentemente um e-mail do gabinete de Sua Majestade sobre a coroação" de Charles III, 74 anos, que será realizada em 6 de maio.

"No momento, a decisão imediata sobre a presença do duque e da duquesa não será comunicada por nossa parte", garantiu o porta-voz.

Contatado pela AFP, o Palácio de Buckingham não comentou a informação.

A volta do duque e da duquesa de Sussex ao Reino Unido para assistir à coroação foi um assunto bastante comentado pela imprensa britânica, sobretudo após os violentos ataques do casal contra a família real.

Depois de um documentário lançado em dezembro na Netflix, Harry (38) publicou no início de janeiro seu polêmico livro de memórias "O que sobra", no qual narra uma adolescência marcada por drogas e detalha a deterioração das relações com seu pai, o rei Charles III, e seu irmão, o príncipe William.

Em uma longa conversa com um médico especialista em traumas divulgada na internet no sábado (04), Harry criticou novamente a família real.

Por ter nascido em uma "família dividida", agora o príncipe tenta criar seus filhos Archie e Lilibet de maneira que seus "traumas" não sejam transmitidos.

"Durante toda a minha vida, desde a juventude, me senti um pouco diferente do resto da minha família", contou ao médico Gabor Maté.

"Me sentia estranho" neste ambiente "e sei que minha mãe sentia o mesmo", disse ele, referindo-se a princesa Diana.

Segundo Harry, sua esposa Meghan é "um ser excepcional" que veio de "um mundo diferente", o "salvou" e o "ajudou a seguir em frente".

Mais de Mundo

Ordem judicial retira da oposição venezuelana o controle de um de seus maiores partidos

Equador captura líder criminoso foragido que ameaçou procuradora-geral

Polônia indica que poderia abrigar armas nucleares de outros membros da Otan para conter Rússia

Após prisões em Columbia, protestos contra a guerra em Gaza se espalham por universidades dos EUA

Mais na Exame