Colorado recolhe R$ 272 mi com maconha e tem dia sem imposto

Estado americano se espantou com a quantidade de impostos recolhidos com a venda da droga no ano fiscal encerrado em junho

São Paulo - O Colorado, primeiro estado americano a legalizar a maconha recreativa, se espantou com a quantidade de impostos recolhidos com a venda da droga no ano fiscal encerrado em junho.

Foram US$ 70 milhões (R$ 272 milhões) de receitas geradas, quase o dobro dos US$ 40 milhões (R$ 144,5 milhões) previstos.

E o que fazer com esse ótimo problema a ser resolvido? A resposta foi um dia de venda de maconha legalizada livre de impostos.

Ou seja: todos os consumidores que passaram pelas lojas oficiais nesta quarta-feira (16) economizaram cerca 25% do valor da compra.

Além do dia de descontos estatais, o Colorado também prevê a devolução de impostos aos moradores em caso de arrecadação excessiva.

Obedecendo uma emenda estadual de 1992, os novos impostos no estado precisam ser referendados pela população.

Vem daí também a previsão para devolver aos contribuintes os valores que superarem as estimativas. Foram os eleitores também que aprovaram a taxação de 15% sobre a droga para educação e outros 10% para despesas gerais.

A droga foi legalizada em "Rocky Mountain", como é conhecida a região, em 2012. E as medidas se aprofundaram no ano passado, quando foi legalizado também o uso recreativo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.