Mundo

China vai explorar o lado oculto da Lua — e a Nasa está preocupada

Para especialista da agência, desenvolvimento da China é razão para se preocupar

Missão tripulada chinesa com destino à Lua deve acontecer até 2030; EUA têm planos semelhantes (MASTER/Getty Images)

Missão tripulada chinesa com destino à Lua deve acontecer até 2030; EUA têm planos semelhantes (MASTER/Getty Images)

Publicado em 30 de abril de 2024 às 06h34.

À medida que a China se prepara para lançar uma nave à Lua, a Chang'e 6, a Nasa se preocupa com a possibilidade de uma nova corrida espacial internacional por propriedades no satélite.

A nova missão chinesa com destino lunar é a primeira de três ao longo dos próximos quatro anos. Sua destinação é o lado da Lua que não está virado para a Terra, onde, suspeita-se, pode haver água.

Nesse contexto, o administrador da Nasa, Bill Nelson, disse ao Yahoo Finance que a China pode deixar os Estados Unidos para trás em relação à conquista da Lua. 'Isso seria muito infeliz', disse o especialista, em relação à possibilidade de que os chineses de repente tomem conta do nosso satélite natural.

Segundo ele, os Estados Unidos, diferentemente do país chinês, preservaria as reservas encontradas na Lua -- a exemplo da água -- para a comunidade internacional.

Conforme declarou Nelson, o que se pretende evitar é que a China tome para si o território da Lua, que deveria ser aberto para todos. 'É isso que queremos evitar', disse.

O país espera pousar seres humanos na Lua até 2030.

Ao mesmo tempo, a Nasa atrasa seus planos em relação às missões Artemis, que colocará pessoas na órbita lunar pela primeira vez em cinquenta anos. Espera-se que os Estados Unidos coloquem as primeiras pessoas de volta na Lua em 2026.

Com informações do Quartz.

Acompanhe tudo sobre:NasaLuaChina

Mais de Mundo

Candidato à presidência denuncia 'prisão arbitrária' de assistentes na Venezuela

Pequeno município no leste da China desenvolve indústria panificadora bilionária

Após escândalo com PwC na China, KPMG e EY assumem auditorias no país

Biden viaja a Los Angeles para evento de arrecadação de fundos com celebridades

Mais na Exame