Mundo

Bill Gates se encontra com líderes chineses em primeira visita à China desde a pandemia

Ele segue o CEO da Apple, Tim Cook, o CEO da Tesla, Elon Musk, e outros líderes empresariais de destaque dos EUA ao visitar a China desde que o país suspendeu as restrições de viagem neste ano

Bill Gates, cofundador da Microsoft e da Fundação Bill e Melinda Gates, chegou a Pequim para sua primeira visita à China em quatro anos (Bloomberg / Colaborador/Getty Images)

Bill Gates, cofundador da Microsoft e da Fundação Bill e Melinda Gates, chegou a Pequim para sua primeira visita à China em quatro anos (Bloomberg / Colaborador/Getty Images)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 15 de junho de 2023 às 18h14.

Última atualização em 15 de junho de 2023 às 18h41.

Bill Gates, cofundador da Microsoft e da Fundação Bill e Melinda Gates, chegou a Pequim para sua primeira visita à China em quatro anos.

Seu itinerário ainda é desconhecido, já que a Fundação Gates ainda não respondeu às perguntas do Yicai Global, mas, segundo fontes internas, ele terá reuniões com líderes chineses de alto nível.

“Acabei de chegar a Pequim pela primeira vez desde 2019, onde estou animado para visitar parceiros que têm trabalhado em desafios globais de saúde e desenvolvimento com a Fundação Gates há mais de 15 anos”, disse Gates ontem à noite no Twitter e no Weibo em chinês.

“A solução de problemas como a mudança climática, a desigualdade na saúde e a insegurança alimentar requer inovação”, disse Gates em outro tuíte. “Desde o desenvolvimento de medicamentos contra a malária até o investimento em adaptação climática, a China possui muita experiência nisso. Precisamos desbloquear esse tipo de progresso para mais pessoas ao redor do mundo.”

Gates e a filantropia

Gates deixou o cargo de presidente da Microsoft em 2014 e saiu do conselho do gigante de tecnologia dos EUA em 2020 para se concentrar em trabalhos filantrópicos relacionados a saúde global, educação e mudanças climáticas.

Ele visitou a China em 2015 e se encontrou com líderes chineses durante o Fórum Boao para a Ásia no mesmo ano. Com o surto de covid-19 no início de 2020, a Fundação Gates prestou assistência à China, incluindo a doação de US$ 5 milhões para combater a pandemia.

Gates segue o CEO da Apple, Tim Cook, o CEO da Tesla, Elon Musk, e outros líderes empresariais de destaque dos EUA ao visitar a China desde que o país suspendeu as restrições de viagem neste ano.

Tradução: Mei Zhen Li
Fonte: China News

Acompanhe tudo sobre:Bill GatesChinaFilantropia

Mais de Mundo

Biden aproveita condenação de Donald Trump para pedir doações para campanha nas redes sociais; veja

Trump vai ser preso? Quando sai a sentença? Veja respostas

Com novo primeiro-ministro, Haiti se debate entre a esperança e a prudência

Trump é condenado por fraude em processo envolvendo suborno a ex-atriz pornô

Mais na Exame