Mundo

Biden e Trump aceitam debate na TV antes das convenções; veja data

O confronto é fora de série, porque acontece antes das convenções e ditará o tom para os últimos meses da campanha de 2024

Eleições nos EUA 2024: veja data do primeiro debate (AFP)

Eleições nos EUA 2024: veja data do primeiro debate (AFP)

Publicado em 15 de maio de 2024 às 12h11.

Última atualização em 15 de maio de 2024 às 13h14.

Tudo sobreEleições EUA 2024
Saiba mais

O presidente Joe Biden e o ex-presidente Donald Trump farão um debate eleitoral na TV em 27 de junho, anunciou a CNN. Os dois disputam a eleição presidencial em novembro e farão o primeiro debate em uma data antecipada: geralmente, esses eventos são realizados em setembro e outubro.

"Recebi e aceitei um convite da @CNN para um debate no dia 27 de junho. A bola está com você, Donald" disse Biden em uma postagem em X.

Um oficial da campanha de Trump disse depois à CNN que Trump aceitou a oferta.

O debate será realizado antes das convenções partidárias, em julho e agosto, quando os dois serão confirmados oficialmente como candidatos. Trump e Biden obtiveram as nomeações facilmente nas primárias, ao derrotarem seus rivais internos sem dificuldade. Os dois já possuem delegados suficientes para assegurar as nomeações.

Prontos para o debate

Na manhã desta quarta-feira, 15, Biden desafiou Trump para dois debates antes das eleições de novembro e o rival republicano aceitou de maneira imediata. "Estou pronto e com disposição", respondeu Trump em sua rede Truth Social ao desafio de Biden. "Vamos nos preparar para a batalha", acrescentou.

Após meses de incerteza sobre a realização dos tradicionais debates em 2024, Biden propôs ao rival dois encontros.

"Então, vamos escolher as datas, Donald. Ouvi que você está livre às quartas-feiras", acrescentou o presidente com tom de ironia, em uma referência aos dias de recesso no tribunal de Nova York em que o ex-presidente é julgado há mais de um mês.

Biden evitou os três encontros propostos pela comissão bipartidária de debates eleitorais nos Estados Unidos e optou por dois embates, em junho e setembro, sem plateia e organizados pelos meios de comunicação.

"Donald Trump perdeu dois debates para mim em 2020. Desde então, ele não compareceu a nenhum debate. Agora ele está agindo como se quisesse debater comigo novamente", afirmou Biden no vídeo.

yt thumbnail

Cronograma

Simultaneamente, a campanha de Biden enviou uma carta à Comissão de Debates Eleitorais dos EUA informando que ela rejeitou sua programação para três debates entre setembro e outubro.

Nela, a gerente de campanha Jen O'Malley Dillon indicou que Biden planeja participar de debates organizados por redes de televisão.

O'Malley acrescentou que o formato atual, que tem sido o mesmo há muitos anos, "está fora de sintonia com as mudanças na estrutura de nossas eleições e com os interesses dos eleitores".

A equipe de campanha de Biden propôs o primeiro debate presencial no final de junho "depois que o julgamento criminal de Donald Trump em Nova York provavelmente terminar e depois que o presidente Biden retornar de sua reunião com líderes mundiais na Cúpula do G7".

O segundo deve ser no início de setembro, o que seria a tempo de influenciar a votação antecipada, mas não manteria os candidatos fora da trilha da campanha no "período crítico do final de setembro e outubro".

A carta também propõe regras rígidas para os debates, incluindo a manutenção dos microfones dos candidatos desligados fora do tempo estipulado, para evitar que falem uns sobre os outros.

(Com AFP)

Acompanhe tudo sobre:Eleições EUA 2024Joe BidenDonald Trump

Mais de Mundo

Primeiro-ministro da Eslováquia é baleado e corre risco de vida

Ofensiva russa faz Ucrânia retirar exército da frente norte de batalha

Inundação de lava fria na Indonésia: número de mortes sobe para 67

Governo americano diz que Boeing violou acordo e pode ser processada por acidentes do 737 MAX

Mais na Exame