Barack e Michelle Obama voltam à Casa Branca para revelar retratos oficiais

Os Obamas serão recebidos às 13h30 (14h30 de Brasília) na próxima quarta-feira pelo presidente Joe Biden e sua esposa Jill em uma sala da Casa Branca
Nos Estados Unidos, é tradicional o presidente convidar seu antecessor e sua esposa para a colocação oficial de seus retratos na Casa Branca (Mark Wilson/Getty Images)
Nos Estados Unidos, é tradicional o presidente convidar seu antecessor e sua esposa para a colocação oficial de seus retratos na Casa Branca (Mark Wilson/Getty Images)
A
AFPPublicado em 31/08/2022 às 15:42.

Barack Obama e sua esposa, Michelle, retornarão à Casa Branca em 7 de setembro para uma tradição quebrada pelo ex-presidente Donald Trump: a apresentação pomposa de seus retratos oficiais.

Os Obamas serão recebidos às 13h30 (14h30 de Brasília) na próxima quarta-feira pelo presidente Joe Biden e sua esposa Jill em uma sala da Casa Branca, de acordo com um comunicado do Executivo.

Nos Estados Unidos, é tradicional o presidente convidar seu antecessor e sua esposa para a colocação oficial de seus retratos na Casa Branca.

Mas o republicano Trump, que rompeu com muitos desses protocolos e criticou repetidamente o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, não o fez.

O governo Trump também mudou os retratos oficiais do democrata Bill Clinton e do republicano George W. Bush, segundo a mídia americana.

Expostos no hall de entrada da Casa Branca, costume de deixar os melhores lugares para os dois últimos ocupantes do prédio, seus retratos foram relegados pelo bilionário republicano a uma sala pouco utilizada da residência presidencial.

Retratos de "primeiras-damas" adornam um longo corredor no térreo da residência dos presidentes americanos.

LEIA TAMBÉM:

Biden falará na Pensilvânia sobre segurança e armas de fogo nos EUA

EUA: FBI encontrou documentos secretos em resort de Trump