Marketing

Dia da Cerveja: Ambev e Krater buscam escritores cervejeiros

Concurso da Ambev e Krater selecionará talentos brasileiros para publicar gratuitamente obra sobre o mundo cervejeiro

 (//Getty Images)

(//Getty Images)

Marina Filippe

Marina Filippe

Publicado em 6 de agosto de 2021 às 07h00.

Última atualização em 9 de agosto de 2021 às 13h54.

A Editora Krater, junto com a Academia da Cerveja, escola de conhecimento e cultura cervejeira da Ambev, lançam neste Dia da Cerveja um concurso para encontrar o mais novo autor ou autora de uma publicação cervejeira. Podem participar da ação estudantes maiores de idade, professores, acadêmicos, sommeliers e entusiastas.

A pandemia mostrou que a inovação será cada dia mais decisiva para seu negócio. Encurte caminhos, e vá direto ao ponto com o curso Inovação na Prática

Em um cenário ainda pouco favorável de incentivo e estímulo ao desenvolvimento e reconhecimento de talentos nas pesquisas nacionais sobre ingredientes, manejo de plantações, processos produtivos e estilos cervejeiros, a iniciativa literária surge para a democratização e fomento do conhecimento brasileiro sobre a ciência por trás da cerveja. O vencedor ou vencedora contará, inicialmente, com pelo menos mil exemplares de sua obra impressos, além do adiantamento de royalties no valor de 5.000 reais.

“Temos grandes especialistas em cerveja aqui no Brasil, e o histórico da Editora Krater mostra que há uma enorme demanda por referências bibliográficas de qualidade sobre o assunto. Desde o início, sempre tivemos a intenção de não apenas traduzir obras estrangeiras, mas também de fomentar autores nacionais”, diz o cofundador da Editora Krater, Diego Masiero.

Segundo o executivo, o Edital da Nova Publicação Cervejeira é uma iniciativa que busca viabilizar o desenvolvimento de novas obras escritas em português, que já são publicadas com o aval de um grupo de jurados especialistas e a garantia de retorno financeiro para o autor.

Projeto

O projeto deve impactar entusiastas com projetos e ideias e preencher uma lacuna de anos no setor, que gera, direta e indiretamente, mais de dois milhões de empregos, de acordo com dados da SINDICERV, Sindicato Nacional de Indústria Cervejeira.

“Desde a criação da Academia da Cerveja, vemos o quanto a ciência por trás da cerveja interessa o brasileiro. E é indiscutível quantos talentos nós vemos nascer todos os dias, seja com o estudo de uma nova técnica de cultivo, a defesa de um novo estilo de cerveja brasileiro, ou pesquisas sobre uma nova levedura. Assuntos que merecem ser registrados para ampliar e compor a nossa literatura, que ainda engatinha”, explica Alexandre Esber, professor, mestre-cervejeiro e gerente da Academia da Cerveja.

A Academia da Cerveja, que fomenta conhecimento e cultura cervejeira, foi lançada pela Ambev, em 2020, com o objetivo de democratizar o acesso à informação sobre uma das bebidas mais consumidas no país.

Inscrição

Qualquer pessoa, maior de 18 anos, que tenha interesse em transformar sua ideia sobre a temática da cerveja em publicação, pode se inscrever no Edital da Nova Publicação Cervejeira até 30 de novembro de 2021.

Após a data, começam as fase do voto popular e avaliação de um corpo de jurados formado por Alexandre Esber, Bia Amorim, Cilene Saorin, Gabriela Lando, Gustavo Abreu, Gustavo Faraon, Laura Aguiar, Pedro Paranhos, Jayro Pinto e Roberto Alves da Fonseca.

Para participar, é necessário preencher, gratuitamente, a ficha de inscrição pelo site, apresentando título da obra, sumário do livro, obra completa ou trecho com número de caracteres mínimo. O conteúdo proposto deve ser inédito e não há limite de subscrição de material por candidato.

Assine a EXAME e acesse as notícias que afetam o seu bolso.

Acompanhe tudo sobre:AmbevCervejas

Mais de Marketing

Coca-Cola é a marca mais lembrada em patrocínios de eventos no Brasil; veja ranking

Burger King e Stanley promovem ação com galão térmico a R$ 1; saiba como retirar

Camila Coutinho estreia no Cannes Lions como palestrante nesta quinta, 20

Em Cannes, Musk explica por que xingou anunciantes e tenta aproximação com o mercado publicitário

Mais na Exame