Acompanhe:
seloMarketing

Cerveja de trigo Praya agora lança versão puro malte

Ideia da marca é ampliar o público-alvo, apostando fora do segmento artesanal e em direção ao premium, que tem crescido no Brasil

Modo escuro

Continua após a publicidade
Praya Puro Malte: novo rótulo tem destaque para a cor verde (Praya/Divulgação)

Praya Puro Malte: novo rótulo tem destaque para a cor verde (Praya/Divulgação)

V
Victor Sena

Publicado em 3 de março de 2022 às, 19h16.

Última atualização em 4 de março de 2022 às, 11h18.

Do lado de fora, ela tem uma sereia icônica estampada. Dentro, o gosto é de notas de laranja e coentro misturado ao trigo de uma um witbier leve. Essa é a versão original da cerveja Praya. Agora, a marca carioca aposta em um sabor mais do dia a dia, o do puro malte.

Com foco em ampliar o mercado brasileiro, a marca lançou uma versão que sai do segmento artesanal, onde opera com sua marca original e está caminhando em direção ao premium, que tem crescido no Brasil.

"A Puro Malte da Praya já era um sonho antigo que vem sendo desenhado há pelo menos três anos. Sempre tivemos muito orgulho de ser uma marca de rótulo único, mas começamos a sentir que era possível complementar nosso portfólio com um produto que seguisse a nossa qualidade, com uma receita única e que pudesse chegar a novos públicos e novos ambientes", conta Tunico Almeida, CEO da Praya.

A empresa foi fundada por Tunico e mais três amigos que desenvolveram a receita da witbier em casa. A Praya tem seis anos e foi criada no Rio de Janeiro. Desde o início, a ideia era levar o espírito carioca para os copos dos consumidores.

O lançamento da versão puro malte foi possível porque desde o início do ano a marca faz parte do grupo Better Drinks, que produz outras bebidas como a F!VE, de drinques prontos para beber, Vivant, de vinhos em lata, Mamba, de águas e Baer-Mate, uma bebida energética com mate, gás e cafeína natural.

Para viabilizar o lançamento da Praya Puro Malte, a Better Drinks deve investir R$ 2,5 milhões. Em 2022, a projeção é atingir um faturamento de R$ 40 milhões, já com 50% do volume em Puro Malte.

Praya (Witbier e Puro Malte)

Família Praya: versão Witbier à esquerda e versão Puro Malte, com mais destaque para o verde no rótulo à direita (Praya)

A nova cerveja estará disponível em mais de 5 mil pontos de venda, começando pelo eixo RJ-SP a partir do próximo dia 1º de março.

O segmento premium é liderado pela Heineken no Brasil. Dentro da concorrente Ambev, as marcas que vêm atrás da Heineken são a Stella Artois, Corona e Becks. A Praya original não se encaixa nesta categoria, mas de artesanais. Agora, a cervejaria entra no segmento premium.

De acordo com dados da Euromonitor, o faturamento do mercado de cervejas premium cresceu 85% entre 2015 e 2020, alcançando R$ 52 bilhões e a expectativa é que esse número cresça mais 53,9% até 2025, chegando a um faturamento de R$ 80,2 bilhões.

“A gente acredita que tem sempre espaço para produto bom, com qualidade e diferenciação. O Brasil é carente de inovação e alta qualidade. Praya Puro Malte atende isso”, defende Felipe Della Negra, CEO da Better Drinks.

No sabor da Praya Puro Malte, a marca promete que mantém a leveza.

"Um dos maiores pilares é leveza e refrescância, mas muita verdade. Ela tem uma coloração menos turva que a witbier. É uma receita simples de lager puro malte. A ponte entre as duas é o lúpulo e tem algum toque cítrico. A vantagem de fazermos lotes menores deixa o produto sempre fresco”, explica Felipe Szpigel, cofundador da Better Drinks.

Últimas Notícias

Ver mais
Amstel traz Amsterdã ao Rio Pinheiros em evento com passeio de balsa gratuito
seloMarketing

Amstel traz Amsterdã ao Rio Pinheiros em evento com passeio de balsa gratuito

Há 8 horas

Obras de proteção costeira nem sempre evitam a erosão marinha
ESG

Obras de proteção costeira nem sempre evitam a erosão marinha

Há 20 horas

Por que a Heineken cresce tanto no Brasil? Mestre cervejeiro da Holanda explica a razão
seloMarketing

Por que a Heineken cresce tanto no Brasil? Mestre cervejeiro da Holanda explica a razão

Há 2 dias

Cervejaria prevê que bebidas sem álcool representarão 50% das vendas até 2040
seloNegócios

Cervejaria prevê que bebidas sem álcool representarão 50% das vendas até 2040

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais