Ambev segue Mastercard e decide não exibir marcas na Copa América

A decisão do Brasil em sediar o torneio foi criticada por infectologias pelos riscos de organizar um torneio internacional, às pressas, em plena pandemia
 (Germano Lüders/Exame)
(Germano Lüders/Exame)
Por Da RedaçãoPublicado em 09/06/2021 16:10 | Última atualização em 09/06/2021 16:10Tempo de Leitura: 2 min de leitura

 A Ambev não envolverá suas marcas na Copa América que será realizada no Brasil, informou a empresa em comunicado nesta quarta-feira.

A mudança ocorre depois que a Mastercard disse ter decidido remover temporariamente sua marca da Copa América. Em nota, a empresa afirmou que “após análise criteriosa, decidimos por não ativar nosso patrocínio à Copa América no Brasil”. Além de não expor sua marca durante o campeonato, a companhia também desistiu de realizar ações de marketing que estavam previstas para o torneio, que seria realizado na Argentina e na Colômbia, que desistiram por conta da pandemia e de conflitos políticos.

Após as desistências dos anfitriões originais, a Conmebol decidiu transferir a copa para o Brasil, com anuência da Confederação Brasileira de Futebol e do Governo Federal. A decisão irritou os jogadores da Seleção, que ameaçaram não jogar o torneio, mas voltaram atrás após o afastamento do presidente da CBF, Rogério Caboclo.

O dirigente foi retirado do cargo por 30 dias pelo Conselho de Ética da entidade, após revelações de que uma funcionária da entidade teria sido alvo de assédio sexual e moral por parte do dirigente, reveladas pelo Globo Esporte na última sexta-feira, dia 4.

A decisão de sediar o torneio também foi criticada por infectologias pelos riscos de organizar um torneio internacional, às pressas, em plena pandemia. O Ministério Público Federal chegou a enviar um ofício para que procuradorias da República de Estados que vão sediar jogos da Copa América -- e outros também -- apurem eventuais práticas de violações a direitos à vida e à saúde, por parte de organizadores, transmissoras e patrocinadoras do evento.

A digitalização do mercado de trabalho vai roubar seu emprego? Saiba como se adaptar. Assine a EXAME.