Invest

27 ações que pagam dividendos mais indicadas para novembro

Levantamento feito pela EXAME Invest mostra as ações mais recomendadas por oito corretoras para este mês

Dividendos: termo diz respeito à parte dos lucros que as companhias listadas na bolsa de valores distribuem aos seus acionistas (Patricia Monteiro/Bloomberg/Getty Images)

Dividendos: termo diz respeito à parte dos lucros que as companhias listadas na bolsa de valores distribuem aos seus acionistas (Patricia Monteiro/Bloomberg/Getty Images)

Karla Mamona

Karla Mamona

Publicado em 5 de novembro de 2022 às 13h49.

As ações da Vale (VALE3) e Telefônica Vivo (VIVT3) lideram o ranking das recomendações de bancos, corretoras e casas de análise para o mês de novembro como pagadoras de dividendos. Os papéis foram citados em quatro das oito carteiras consultadas pela EXAME Invest

Em relação à Vale, os analistas destacaram que no terceiro trimestre deste ano, ainda impactada por eventos sazonais, a empresa reportou um EBITDA ajustado de US$ 3,7 bilhões (queda trimestral de 30,2%). Entretanto, os volumes de minério de ferro começaram a melhorar sazonalmente, embora uma recuperação mais acentuada deva ser vista apenas no  quarto trimestre. A equipe de analistas da Ágora Investimentos destacou que os preços do minério de ferro caíram, em média, 25% durante o trimestre e ficaram em uma média de US$ 103/tonelada, enquanto os prêmios médios diminuíram – algo que deveria melhorar junto com a maior demanda esperada para o final do ano.

“Além disso, ainda vemos um cenário de mercado bastante saudável e equilibrado em 2023, o que se traduz em uma remuneração saudável para os acionistas ao redor de 14% (entre dividendos e recompras), o que funciona como espécie de “colchão” e, em tese, impede uma reavaliação muito pronunciada das ações – ao menos no curtíssimo prazo.”

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

Em relação à Telefônica Vivo (VIVT3), os analistas da Elite Corretora destacaram que além da companhia ter um bom histórico de pagamentos de dividendos, eles enxergam na companhia um planejamento estratégico coerente. A empresa mantém um crescimento nas receitas em seus principais negócios, em especial no serviço móvel em que há o aumento de clientes no segmento mais rentável, o pós-pago. Já na parte fixa, eles destacam o crescimento de maior tecnologia e valor agregado no ramo FTTH ( Fiber-to-the-Home). 

Quer começar a investir? Abra sua conta gratuitamente no BTG Pactual

Veja abaixo a lista das mais recomendadas:

AçãoRecomendação
Vale (VALE3)4
Telefônica Vivo (VIVT3)4
Itaúsa (ITSA4)3
Taesa (TAEE11)2
CPFL Energia (CPFE3)2
Itaú Unibanco (ITUB4)2
Bradespar (BRAP4)2
Copel (CPLE6)2
Energisa (ENGI11)1
TIM (TIMS3)1
Vibra Energia (VBBR3)1
BB Seguridade (BBSE3)1
ISA CTEEP (TRPL4)1
Ambev (ABEV3)1
Direcional (DIRR3)1
Eletrobras (ELET3)1
Porto Seguro (PSSA3)1
Cemig (CMIG4)1
Santander (SANB11)1
Unipar (UNIP6)1
Caixa Seguridade (CXSE3)1
CCR (CCRO3)1
Grendene (GRND3)1
B3 (B3SA3)1
Petrobras (PETR3)1
Engie (EGIE3)1

 

 

 

Ágora Investimentos

Desempenho em outubro: 6,90%
Desempenho no ano: 11,90%
Não houve alteração na carteira.

 

AçãoPeso (%)
Energisa (ENGI11)20
Itaúsa (ITSA4)20
TIM (TIMS3)20
Vale (VALE3)20
Vibra Energia (VBBR3)20

Elite

Desempenho em outubro: 2,53%
Desempenho em 2022: 9,21%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
BB Seguridade (BBSE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
ISA CTEEP (TRPL4)20
Taesa (TAEE11)20
Telefônica Vivo (VIVT3)20

Guide Investimentos

Desempenho em outubro: 2,53%
Desempenho em 2022: 18,06%
Não houve alteração na carteira.

AçãoPeso (%)
Ambev (ABEV3)20
CPFL Energia (CPFE3)20
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Taesa (TAEE3)20
Vale (VALE3)20

Genial

Desempenho em outubro: 3%
Desempenho em 2022: 26,86%
Ações excluídas: a MRV e Transmissão Paulista
Ações incluídas: Direcional (DIRR3) e Porto Seguro (PSSA3)

AçãoPeso (%)
Direcional (DIRR3)20
Eletrobras (ELET3)20
Itaú Unibanco (ITUB4)20
Porto Seguro (PSSA3)20
Telefônica Vivo (VIVT3)20

Nova Futura

Desempenho em outubro: 4,98%
Desempenho no ano: 4,54%
Ações excluídas: B3 e Taesa
Ações incluídas: Cemig e Santander

AçãoPeso (%)
Cemig (CMIG4)20
Santander (SANB11)20
Vale (VALE3)20
Telefônica Brasil (VIVT3)20
Unipar (UNIP6)20

Planner

Desempenho em outubro: 8,68%
Desempenho em 2022: 29,25%
Ações excluídas: Iochpe-Maxion, Klabin,Porto Seguro e SantanderAções incluídas:
Caixa Seguridade, CCR, Copel e Grendene

AçãoPeso (%)
Bradespar (BRAP4)20
Caixa Seguridade (CXSE3)20
CCR (CCRO3)20
Copel (CPLE6)20
Grendene (GRND3)20

Santander

Desempenho em outubro: 2,33%
Desempenho em 2022: 22,30%
Ações excluídas: Banco do Brasil
Ações incluídas: B3

AçãoPeso (%)
B3 (B3SA3)20
CPFL Energia (CPFE3)20
Eletrobras (ELET6)20
Petrobras (PETR3)20
Vale (VALE3)20

Terra

Desempenho em outubro: 6,18%
Desempenho em 2022: 6,18%
Não houve alternação na carteira.

AçãoPeso (%)
Bradespar (BRAP4)20
Copel PNB (CPLE6)20
Engie (EGIE3)20
Itaúsa (ITSA4)20
Telefônica Vivo (VIVT3)20
Acompanhe tudo sobre:Açõesbolsas-de-valoresDividendosInvestimentos-pessoaisItaúsaITSA4ValeVALE3VivoVIVT4

Mais de Invest

Alibaba lucra menos que o esperado no 4º trimestre fiscal

Bolsas da Europa fecham em alta, com indicadores e declarações de dirigentes de BCs

Temu: gigante chinês de comércio eletrônico pede registro no Remessa Conforme para vender no Brasil

Gol reverte lucro e tem prejuízo líquido ajustado de R$ 130 milhões no 1º tri

Mais na Exame