Invest

Desenrola Brasil: confira o passo a passo para renegociar as dívidas

Entram nessa fase do programa pessoas que ganham até dois salários mínimos ou que estejam cadastradas no CadÚnico

Desenrola: confira o passo a passo de como se cadastrar na plataforma (Getty Images/Getty Images)

Desenrola: confira o passo a passo de como se cadastrar na plataforma (Getty Images/Getty Images)

Rebecca Crepaldi
Rebecca Crepaldi

Repórter de finanças

Publicado em 9 de outubro de 2023 às 16h48.

Última atualização em 9 de outubro de 2023 às 16h51.

A partir desta segunda-feira, 9, está aberta para a população a plataforma oficial do Desenrola Brasil. O programa visa auxiliar a população na renegociação de suas dívidas, oferecendo descontos e benefícios de pagamento (veja abaixo como realizar o cadastro para participar).

Nesta etapa, podem se inscrever quem ganha até dois salários mínimos ou que estejam inscritas no CadÚnico (Cadastro Único). As dívidas podem ser bancárias ou não bancárias, como conta de luz, água, varejo, educação, entre outras, de até R$ 20 mil. A população pode quitar suas pendências até 31 de dezembro de 2023.

"O programa pode atingir 32 milhões de CPFs, sendo que 21 milhões de CPFs se enquadram na faixa 1, ou seja, com até dois salários mínimos e R$ 5 mil de dívida", afirmou Fernando Haddad, ministro da Fazenda, durante uma coletiva de imprensa para o lançamento da plataforma nesta segunda, em São Paulo.

Quais são os descontos?

Para dívidas atualizadas de até R$ 5 mil, o programa oferece parcelamento de até 60 vezes, com juros de até 1,99% ao mês. Esse valor terá prioridade da garantia do governo, por meio do Fundo de Garantia de Operações (FGO), que soma R$ 8 bilhões.

Já para dívidas entre R$ 5 mil e R$ 20 mil, o pagamento poderá ser feito à vista, com descontos e condições especiais que podem chegar, a depender do credor, em até 96% - a média dos descontos, segundo o Ministério da Fazenda, é de 83%.

Passo a passo para participar

Criar conta Gov.br

A pessoa interessada em renegociar suas dívidas precisa criar um cadastro no portal do governo, o Gov.br, e elevar o nível da conta para prata ou ouro. Esse “nível da conta” serve para dar maior segurança aos usuários, além de confirmar sua identidade e poder lhe oferecer melhores serviços no portal.

Qualquer cidadão brasileiro ou estrangeiro com CPF pode fazer o cadastro dentro da plataforma Gov.br. Para criar a conta, é preciso baixar o aplicativo (App Store ou Google Play) e seguir os passo, começando pelo "criar conta". Com o cadastro, o cidadão consegue ter acesso a diversos serviços digitais do governo como INSS, carteira de trabalho digital e o seguro desemprego.

Como conseguir nível prata no Gov.br usando o aplicativo

  • Passo 1: faça o cadastro cadastro dentro do aplicativo Gov.br (App Store ou Google Play)
  • Passo 2: para aumentar o nível, clique em "aumentar nível da conta"
  • Passo 3: faça o reconhecimento facial pelo app para conferência da sua foto nas bases da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Passo 4: valide seus dados via internet banking de um banco credenciado

Como conseguir nível ouro no Gov.br usando o aplicativo

  • Passo 1: faça o cadastro cadastro dentro do aplicativo Gov.br (App Store ou Google Play)
  • Passo 2: para aumentar o nível, clique em "aumentar nível da conta"
  • Passo 3: faça o reconhecimento facial pelo app para conferência da sua foto nas bases da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Passo 4: valide seus dados via internet banking de um banco credenciado

Acessar a plataforma do Desenrola

1º passo

Login na plataforma do governo

O acesso a plataforma se dá pelo site Desenrola.gov.br, com a própria página do Gov.br, onde o usuário precisa logar com seu CPF e senha.

2º passo

Plataforma do Desenrola Brasil

Na parte “Minhas dívidas” é possível consultar todas as dívidas habilitadas no programa para serem renegociadas. Para descobrir cada opção, no canto direito será possível visualizar todas as informações da dívida selecionada. Haverá dívidas com opção de pagamento somente à vista e outras em que será permitido o parcelamento.

3º passo

A pessoa pode selecionar mais de uma dívida e renegociar de uma só vez. É necessário selecionar todas que deseja pagar e, para a opção de parcelamento, o usuário será redirecionado para iniciar a renegociação.

4º passo

Devedor pode escolher qual banco deseja pagar suas dívidas do Desenrola O próximo passo é escolher o banco de sua preferência para realizar o financiamento. Depois, o usuário deve escolher a data de vencimento da primeira parcela.

5º passo

Desenrola Brasil oferece opções de parcelamento com diferentes condições especiais

Na sequência, serão ofertadas duas opções de parcelamento e o usuário deverá escolher o que mais se adequa, como parcelas menores ou maiores descontos. Ainda há um simulador para personalizar a própria proposta.

6º passo

Depois, o usuário irá checar seus dados pessoais e, na sequência, a proposta será enviada para o banco escolhido, que irá analisar.

7º passo

Devedores podem pagar dívidas no boleto, PIX ou débito bancário

Com a aprovação do banco, o próximo passo é escolher a forma de pagamento de preferência (PIX, boleto ou débito automático).

8º passo

O último passo é ler o contrato final da renegociação proposta - com atenção. Neste contrato, constará os deveres e direitos do processo de pagamento da dívida. Se tudo estiver correto, a assinatura do contrato de negociação será realizada.

Acompanhe tudo sobre:DesenrolaDívidasContas

Mais de Invest

Sefaz-SP notifica 2 milhões por atraso de pagamento do IPVA; veja como consultar e pagar dívida

NYSE: como investir na bolsa de Nova York

Investimentos em energia terão que dobrar até o fim da próxima década, projeta BlackRock

“Nova revolução”: como os maiores bancos do Brasil estão se preparando para lidar com a IA

Mais na Exame