Acompanhe:

Consignado do auxílio: Caixa orienta clientes sobre pagamento

Banco irá enviar instruções para pagamento das parcelas do empréstimo por meio do Caixa Tem

App da Caixa: prazo para descontos das parcelas começa a ser contabilizado a partir da comunicação dos bancos à Dataprev (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)

App da Caixa: prazo para descontos das parcelas começa a ser contabilizado a partir da comunicação dos bancos à Dataprev (SOPA Images / Colaborador/Getty Images)

R
Redação

11 de novembro de 2022, 15h26

A Caixa começou a mandar mensagem explicativa pelo aplicativo do banco, o Caixa Tem, aos clientes do Consignado Auxílio. Nela serão esclarecidas as dúvidas que envolvem o desconto das parcelas do empréstimo diretamente do benefício. O tomador do empréstimo recebe uma notificação pelo app com as informações.

Conforme o Art. 28 da Portaria 816 do Ministério da Cidadania, o primeiro desconto no benefício ocorre no mês subsequente ao do envio das informações pelas instituições financeiras. O prazo para descontos das parcelas começa a ser contabilizado a partir da comunicação dos bancos à Dataprev, o banco de dados do auxílio.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia

A Caixa é agente operador do Auxílio Brasil, responsável pelo pagamento do benefício e uma das instituições financeiras autorizadas a disponibilizar a contratação do consignado em sua rede de atendimento digital, por meio do app, e presencial em suas agências, correspondentes Caixa Aqui e unidades lotéricas.

Parcelas não reconhecidas

O beneficiário que não reconhecer a contratação de empréstimo consignado, com parcela debitada indevidamente em seu benefício, deve ligar para o canal de atendimento do Ministério da Cidadania, pelo número 121, para verificar a instituição financeira onde o contrato foi celebrado e solicitar o ressarcimento.

Caso o cliente identifique algum desconto supostamente incorreto no seu benefício na
Caixa, o banco solicita que se dirija a uma agência com CPF e documento de
identificação com foto para que seja providenciada a correção necessária.

Mais informações podem ser consultadas na página do Consignado Auxílio. O banco
também disponibilizou um vídeo para esclarecer as principais dúvidas em seu canal do
Youtube.