Mercados

Petrobras reúne bancos para preparar IPO da BR Distribuidora

A expectativa é que o pedido de oferta seja protocolado após o dia 6 de agosto


	A BR Distribuidora mantém atualmente 7,7 mil postos de combustíveis
 (Antonio Cruz/ABr)

A BR Distribuidora mantém atualmente 7,7 mil postos de combustíveis (Antonio Cruz/ABr)

DR

Da Redação

Publicado em 31 de julho de 2015 às 11h42.

São Paulo - A Petrobras iniciou ontem os preparativos para a oferta inicial de ações (IPO) da BR Distribuidora, informou o Valor Econômico. A expectativa é que o pedido de oferta seja protocolado após o dia 6 de agosto.

Segundo a publicação, os bancos de investimentos, Citi, BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA, BB Investimentos e Bank of America Merrill Lynch vão coordenar a operação e se reuniram ontem para discutir a elaboração do prospecto e a documentação a ser enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O valor e volume de ações oferecidos ainda não foram definidos. A direção da Petrobras cogitou a venda de uma fatia da BR a um sócio estratégico, mas ideia de um IPO prevalece. 

Ainda nesta sexta-feira a Petrobras deve receber propostas de compras pelos campos de petróleo e gás colocados à venda. Os interessados em se associar a estatal na distribuição de gás seriam a chinesa Beijing Gase, a japonesa Mitsui e a espanhola Gas Natural. 

A BR Distribuidora mantém atualmente 7,7 mil postos de combustíveis - a maior rede do país - e abastece também 10 mil grandes clientes entre indústrias, termelétricas, companhias de aviação e frotas de veículos.

Acompanhe tudo sobre:AtacadoB3Bancosbancos-de-investimentoBB Investimentosbolsas-de-valoresBradescoBradesco BBIBTG PactualCapitalização da PetrobrasCitiComércioCVMEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasGás e combustíveisHoldingsIndústria do petróleoIPOsitau-bbaMercado financeiroPetrobrasPetróleoVibra Energia

Mais de Mercados

Como esta gestora brasileira surfou onda das bolsas americanas e rendeu 400% em 5 anos

"Se Lula indicar nome pior que Galípolo para o BC, o mercado entrará em pânico", diz Marilia Fontes

Ibovespa sobe e fecha acima dos 121 mil pontos com ajuda de Petrobras (PETR4) e Itaú (ITUB4)

PMIs da zona do euro e dos EUA, repercussão de falas do Lula e Sabesp: o que move o mercado

Mais na Exame