No radar: lucro da Hering no 3° tri supera estimativas e mais 4 balanços

Confira abaixo os principais destaques corporativos da noite desta quarta-feira
Lucro da Cia. Hering cresce 142,5% no terceiro trimestre e supera estimativas do mercado (Hering/Divulgação)
Lucro da Cia. Hering cresce 142,5% no terceiro trimestre e supera estimativas do mercado (Hering/Divulgação)
Paula Barra
Paula Barra

Publicado em 04/11/2020 às 20:17.

Última atualização em 04/11/2020 às 21:32.

A Cia. Hering (HGTX3) reportou lucro líquido de 155,5 milhões de reais no terceiro trimestre, crescimento de 142,5% frente ao mesmo período do ano passado e melhor do que o consenso da Bloomberg de prejuízo de 3,25 milhões de reais. Já a receita líquida somou 257,8 milhões de reais no período, queda de 34% na mesma base de comparação, mas acima do consenso de 229,2 milhões de reais. 

Quer saber qual o setor mais quente da bolsa no meio deste vaivém? Assine a EXAME Research 

EcoRodovias 

A EcoRodovias (ECOR3) registrou lucro líquido de 71,6 milhões de reais no terceiro trimestre, revertendo prejuízo de 408,6 milhões de reais um ano antes. O número superou as estimativas do consenso da Bloomberg de 66,5 milhões de reais. A receita líquida pró-forma da empresa atingiu 906,2 milhões de reais no período, abaixo 0,2% em relação ao mesmo trimestre de 2019, mas acima do consenso de 855,8 milhões de reais. 

Ultrapar 

A Ultrapar (UGPA3) apresentou lucro líquido de 277,3 milhões de reais no terceiro trimestre, acima das estimativas de 261,5 milhões de reais do consenso da Bloomberg. No entanto, a receita líquida ficou em 20,76 bilhões de reais, abaixo do consenso de 23,10 bilhões de reais. 

BR Properties

A BR Properties (BRPR3) reportou receita líquida de 78,6 milhões de reais no terceiro trimestre, queda de 18% na comparação anual e abaixo do consenso da Bloomberg de 85,4 milhões de reais. O lucro líquido somou 16,3 milhões de reais no período, queda de 36% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Alpargatas

A Alpargatas (ALPA4) registrou prejuízo líquido de 2,6 milhões de reais no terceiro trimestre, ante lucro líquido de 58,5 milhões de reais um ano antes. A receita líquida ficou em 943,5 milhões de reais, 18% acima na mesma base de comparação. 

Petrobras

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou nesta quarta-feira a empresa de auditoria KPMG por falhas na avaliação da demonstração financeira da Petrobras (PETR3; PETR4) de 2010, que abrange o período em que ocorreu o escândalo de corrupção na companhia revelado pela Operação Lava-Jato. A autarquia multou a KPMG em 300.000 reais e um de seus sócios, Manuel Fernandes Rodrigues de Sousa, em 150.000 reais. Em outro processo, a PwC foi absolvida de acusações também referentes à análise de balanços da estatal. 

Ser Educacional

O conselho de administração da Ser Educacional (SEER3) cancelou assembleia geral extraordinária, que seria realizada no dia 9 de novembro, para deliberar sobre admissão, registro e listagem de American Depositary Receipts (ADRs) da companhia na bolsa de valores dos Estados Unidos. Em fato relevante divulgado ao mercado, a empresa diz que o cancelamento da assembleia foi motivado pelo acordo extrajudicial firmado entre a companhia e a Laureate. 

Natura

A Natura (NTCO3) teve rating elevado de BB- para BB pela Fitch, com perspectiva alterada de negativa para estável. Segundo a agência de classificação de risco, a revisão reflete o desempenho operacional da empresa relativamente melhor do que o esperado durante a pandemia de covid-19. 

A política vai seguir dando o tom na bolsa? Vai. E você pode aproveitar as oportunidades. Assine gratuitamente a EXAME Research