Estrangeiro trouxe R$ 5 bi para a Bovespa em maio

Investidores estrangeiros são responsáveis pela maioria dos negócios na Bovespa, com 49,6% do volume financeiro no mês e 49,9% no ano

	Fachada da Bovespa: participação maior dos estrangeiros torna o mercado brasileiro mais suscetível aos humores dos mercados internacionais
 (Bloomberg News/Paulo Fidman)
Fachada da Bovespa: participação maior dos estrangeiros torna o mercado brasileiro mais suscetível aos humores dos mercados internacionais (Bloomberg News/Paulo Fidman)
Por Angelo PaviniPublicado em 27/05/2014 14:42 | Última atualização em 27/05/2014 14:42Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - Os investidores estrangeiros trouxeram R$ 5,057 bilhões para a Bovespa neste mês até dia 23, segundo dados da BM&FBovespa e de corretoras. Somente no dia 23, o saldo líquido entre compras e vendas desses investidores ficou positivo em R$ 406 milhões. No ano, as compras líquidas atingem R$ 10,373 bilhões.

Os investidores estrangeiros são responsáveis pela maioria dos negócios na Bovespa, com 49,6% do volume financeiro no mês e 49,9% no ano. Os investidores locais institucionais representam 30,1% no mês e 30,2% no ano e as pessoas físicas, 15,3% no mês e 13,9% no ano.

Essa participação maior dos estrangeiros torna o mercado brasileiro mais suscetível aos humores dos mercados internacionais, e explica a melhora do Índice Bovespa, que começou o ano em forte queda e se recuperou a partir do mês passado, acumulando até ontem alta de 2,7% no ano.

O aumento do apetite por risco após o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) indicar que não devem subir os juros básicos este ano ajudou o Brasil e outros mercados emergentes com a entrada de recursos, derrubando o dólar e puxando as bolsas. O movimento deve se acentuar se o Banco Central Europeu (BCE) confirmar as expectativas e ampliar a oferta de recursos ao mercado para estimular a economia da zona do euro.

Enquanto os estrangeiros são os grandes compradores de ações na Bovespa, os institucionais são destaque na venda, com saldo líquido negativo de R$ 3,832 bilhões no mês e de R$ 9,685 bilhões no ano. Já as pessoas físicas venderam liquidamente R$ 1,432 bilhão no mês e R$ 4,163 bilhões no ano.

Saldo de estrangeiros

Mês R$/milhão
jan/13 4.576,30
Fev 2.366,10
Mar 1.594,40
Abr 920,7
Mai -1.157,10
Jun -4.073,90
Jul 57,7
Ago 2.126,00
Set 4.247,50
Out 780,1
Nov 521,4
Dez -213
jan/14 -854,5
Fev 1.288,30
Mar 2.944,30
Abr 1.936,80
Mai* 5.057,90
2014* 10.372,80