Mercados

Brasileiras caem até 88% no exterior e ações valem centavos

Levantamento da Economatica revela que Gol é empresa que mais sofreu no exterior, suas ADRs chegaram a 0,45 centavos de dólar

Queimando dinheiro (Thinkstock)

Queimando dinheiro (Thinkstock)

Anderson Figo

Anderson Figo

Publicado em 13 de fevereiro de 2016 às 07h00.

Última atualização em 13 de setembro de 2016 às 14h20.

Acompanhe tudo sobre:3GÁguaAlimentaçãoAlimentos processadosAmbevBancosBebidasBradescoBrasil TelecomBrasilAgroBraskemBRFCapitalização da PetrobrasCarnes e derivadosCemigCombustíveisComércioConstrução civilCopelCPFLCSNEletrobrasEmbraerEmpresasEmpresas abertasEmpresas argentinasEmpresas belgasEmpresas brasileirasEmpresas espanholasEmpresas estataisEmpresas francesasEmpresas italianasEmpresas portuguesasempresas-de-tecnologiaEnergia elétricaEstatais brasileirasFibriaGafisaGerdauHoldingsIndústria do petróleoItaúItaúsaMadeiraMineraçãoOiOperadoras de celularPão de AçúcarPapel e CelulosePETR4PetrobrasPetróleoQuímica e petroquímicaSabespSadiaSaneamentoSantanderServiçosSetor de transporteShopping centersSiderurgiaSiderurgia e metalurgiaSiderúrgicasSupermercadosTelecomunicaçõesTelefônicaTelemarTIMUltraparValeVarejoVivo

Mais de Mercados

Realização de lucros? Buffett vende R$ 8 bilhões em ações do Bank of America

Goldman Sachs vê cenário favorável para emergentes, mas deixa Brasil de fora de recomendações

Empresa responsável por pane global de tecnologia perde R$ 65 bi e CEO pede "profundas desculpas"

Bolsa brasileira comunica que não foi afetada por apagão global de tecnologia

Mais na Exame