Acompanhe:

As ações e as moedas de mercados emergentes subiram após dados brandos de inflação nos Estados Unidos que aliviam a pressão sobre o Federal Reserve (Fed, banco central americano) e aumentam o apetite por ativos de risco.

O Índice MSCI de Mercados Emergentes teve o maior avanço desde 6 de novembro, com operadores do mercado de swaps de juros nos EUA agora apostando em corte da taxa básica já em junho de 2024. A alta das ações da Vale foi uma das maiores contribuições aos ganhos do indicador.

O peso chileno liderou a apreciação entre as divisas dos países em desenvolvimento. No Brasil, a queda do dólar se ampliou para até 1,2%.

Os ativos dos mercados emergentes caminham para seu melhor mês desde julho, diante de apostas crescentes de que a onda de aperto monetário dos principais bancos centrais chegou ao fim. Os investidores agora se concentram em prever o início da flexibilização monetária nos EUA e outros países desenvolvidos.

CPI mais fraco

“O CPI mais fraco do que o esperado provavelmente consolidará as expectativas do mercado de que o próximo movimento do Fed será um corte, o que deve estimular a demanda por ativos de risco”, disse Piotr Matys, analista da InTouch Capital Markets, em Londres. “No entanto, até que o Fed mude significativamente sua retórica e exclua a possibilidade de um aumento de juros e admita que pode ter um debate sério sobre quando o ciclo de flexibilização poderá começar, ainda poderá ser cedo demais para antecipar fluxos sustentados de capital para ações e títulos de mercados emergentes.”

O relatório de CPI, como é conhecido o índice de preços ao consumidor americano, levou a um tombo das taxas dos Treasuries americanos. Isso pode estimular o carry trade, que consiste em tomar recursos em países com taxas baixas para lucrar com ativos mais rentáveis de países como o Brasil.

“O dado de CPI deve funcionar como sinal verde para o carry trade”, disse Brad Bechtel, chefe global de câmbio do Jefferies, em Nova York. “O peso mexicano é o melhor para mim e também acho o peso colombiano ainda atraente.”

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Chefes da Defesa de EUA e China se reúnem pela primeira vez em 18 meses
Mundo

Chefes da Defesa de EUA e China se reúnem pela primeira vez em 18 meses

Há 3 horas

Ela começou um negócio com US$ 1.000 num setor dominado por homens. Hoje, gere US$ 15 bilhões
seloNegócios

Ela começou um negócio com US$ 1.000 num setor dominado por homens. Hoje, gere US$ 15 bilhões

Há 4 horas

IGP-10 de abril cai 0,33% ante queda de 0,17% em março
Economia

IGP-10 de abril cai 0,33% ante queda de 0,17% em março

Há 11 horas

Guerra Fria da IA tem novo capítulo: um investimento bilionário da Microsoft no Golfo
Inteligência Artificial

Guerra Fria da IA tem novo capítulo: um investimento bilionário da Microsoft no Golfo

Há 12 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais