Mercados

As ações que tiraram o seu sono no primeiro semestre

Apesar da alta de 3,22% do Ibovespa no primeiro semestre do ano, algumas empresas tropeçaram na bolsa brasileira no período; MMX lidera a lista

No caminho das perdas (Getty Images/ Michael Steele)

No caminho das perdas (Getty Images/ Michael Steele)

DR

Da Redação

Publicado em 1 de julho de 2014 às 14h46.

Última atualização em 13 de setembro de 2016 às 15h08.

Acompanhe tudo sobre:3GÁguaAmbevBebidasBradesparBrasil TelecomBraskemCalçadosCarnes e derivadosComércioConstrução civilCSNCyrelaDuratexEmpresasEmpresas abertasEmpresas belgasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEmpresas francesasEmpresas inglesasEmpresas japonesasEmpresas portuguesasEngieEstatais brasileirasEvenFibriaGafisaHeringHoldingsIndústriaindustria-de-cosmeticosItaúsaJBSKlabinMadeiraMineraçãoMMXMRVNaturaOiOperadoras de celularPão de AçúcarPapel e CelulosePDGQuímica e petroquímicaRossiRoupasSabespSaneamentoServiçosSiderurgiaSiderurgia e metalurgiaSiderúrgicasSouza CruzSupermercadossuzanoTelecomunicaçõesTelemarTêxteisUsiminasValeVarejo

Mais de Mercados

Para além da Nvidia: como o ChatGPT está mudando a dinâmica do mercado de ações, segundo a Gavekal

Bolsa abre no feriado? Veja o funcionamento da B3 no Corpus Christi em 2024

Ibovespa tem leve alta com Petrobras e interrompe sequência de perdas

Lucro industrial da China, minério de ferro, 1º discurso de Magda e Focus: o que move o mercado

Mais na Exame