Mercados

Arrogância da Nasdaq foi parte do problema com IPO do Facebook, diz CEO da bolsa

Segundo o WSJ, em palestra em Stanford, executivo disse que bolsa não estava preparada para um número tão grande de cancelamentos de ordens

"Unlike": arrogância de funcionários da Nasdaq causou parte do problema em IPO do Facebook em maio, diz CEO da bolsa (Beatriz Blanco/EXAME.com)

"Unlike": arrogância de funcionários da Nasdaq causou parte do problema em IPO do Facebook em maio, diz CEO da bolsa (Beatriz Blanco/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de junho de 2012 às 17h30.

São Paulo – O CEO da Nasdaq OMX Group, Robert Greifeld, disse no domingo que a “arrogância” e o “excesso de confiança” dos funcionários da Nasdaq contribuíram para os problemas da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Facebook em 18 de maio. Segundo o The Wall Street Journal, o executivo fez as declarações numa conferência de diretores corporativos na Stanford University.

Ele disse que a empresa testou seu sistema diversas vezes antes da estreia das ações da rede na bolsa, simulando volumes de negociação mais altos do que os que foram realmente produzidos naquele dia. O que aconteceu que é a Nasdaq não estava preparada para um aumento muito forte do cancelamento de ordens nas horas seguintes ao início dos negócios.

Problemas técnicos causaram um atraso de 30 minutos na abertura dos papéis na bolsa, o que, quando aconteceu, foi seguido de uma avalanche de cancelamentos de ordens. A estimativa é de que investidores e empresas de investimento tenham perdido 500 milhões de dólares comprando ações do Facebook que eles não queriam comprar.

O CEO da Nasdaq disse que os funcionários fizeram um bom trabalho lidando com as ordens que chegavam para o papel, mas em resposta a uma das perguntas, disse que teria tomado decisões diferentes se soubesse que a bolsa não conseguiria confirmar todas as ordens dadas antes do meio dia.

Acompanhe tudo sobre:#failEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaFacebookInternetMercado financeiroNasdaqRedes sociais

Mais de Mercados

B3 suspende negociação da Petrobras (PETR4) após divulgação de nova diretoria

Inflação baixou, mas Fed ficou mais conservador: o que aconteceu?

Petrobras (PETR4) paga dividendos extraordinários e regulares na próxima semana

"O corte de juros acabou e Copom unânime deve favorecer o câmbio", diz Ettore Marchetti, da EQI

Mais na Exame