Mercados

Analista reforça recomendação para ações da Anhanguera após compra da Uniban

Empresa pagou 510 milhões de reais em uma aquisição “extremamente positiva”

Anhanguera pretende inda anunciar novas aquisições (Divulgação)

Anhanguera pretende inda anunciar novas aquisições (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 19 de setembro de 2011 às 13h03.

São Paulo – A aquisição da Uniban pela Anhanguera é “extremamente positiva” para as ações do grupo educacional, disse a analista Sandra Peres, da Coinvalores em relatório. “Em nossa opinião a aquisição é extremamente positiva e mostra que o setor esta em fase de consolidação”, explica.

A Anhanguera pagou 510 milhões de reais pela empresa, sendo que 50% pago à vista. O valor restante será desembolsado em duas parcelas, nos próximos 2 anos. As ações (AEDU3) chegaram a subir 4,3%, para 25,88 reais, em um dia de instabilidade para os mercados financeiros internacionais.

“Acreditamos que o mercado reagirá positivamente a noticia e com isso reforçamos nossa recomendação de compra para todas as companhias do setor educacional”, ressalta. As outras empresas do setor são: Kroton (KROT11), Estácio Participações (ESTC3) e Abril Educação (ABRE11).

Sandra destaca ainda que a aquisição marca a entrada da Anhanguera no Paraná e em Santa Catarina, onde já opera com a marca FACIAP (Faculdade de Ciências Aplicadas de Cascavel) e a FUB (Faculdade União Bandeirante), respectivamente. Desde 2006, a Anhanguera comprou cerca de 40 instituições de ensino superior.

“A operação representa um marco de consolidação do setor. Agora o foco é trabalhar na integração das operações e capitalizar sinergias com a Uniban”, afirmou Alexandre Dias, presidente do grupo Anhanguera em entrevista coletiva para jornalistas hoje. Ele não descarta, no entanto, outras aquisições. “Podem existir sim, mas serão pequenas e poucas.”
 

Acompanhe tudo sobre:AçõesAnálises fundamentalistasAnhanguera EducacionalEmpresasMercado financeiroSetor de educação

Mais de Mercados

Seis desdobramentos da reunião do Copom que manteve a Selic em 10,50%, segundo o BTG Pactual

Ibovespa opera em alta com mercado mais otimista após decisão do Copom

‘Banco dos restaurantes’: iFood quer dobrar de tamanho com lançamento do iFood Pago

Repercussão do Copom, decisão de juros na Inglaterra e Casas Bahia (BHIA3): o que move o mercado

Mais na Exame