Mercados

S&P diz que modelo da TAM é fraco e rebaixa o rating

Agência vê aumento da dívida com a compra de novas aeronaves e menor taxa de ocupação

"O perfil de negócios da TAM é fraco", escreveram os analistas Reginaldo Takara e Piero Parolin, em relatório (.)

"O perfil de negócios da TAM é fraco", escreveram os analistas Reginaldo Takara e Piero Parolin, em relatório (.)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de maio de 2010 às 10h04.

São Paulo - A agência de classificação de risco Standard & Poor`s anunciou na noite de quarta-feira (12) o rebaixamento do rating da TAM (TAMM4) por considerar que a empresa está elevando a dívida com a compra de novas aeronaves, mas sem a perspectiva de crescimento na taxa de ocupação.

"O perfil de negócios da TAM é fraco", escreveram os analistas Reginaldo Takara e Piero Parolin, em relatório. Para eles, apesar de a empresa se beneficiar de uma posição de liderança no setor, com participação de mercado de 42,3%, ela não tem conseguido evitar a competição de preços, o que impactou a rentabilidade no ano passado.

"Os planos agressivos da empresa de expansão da capacidade - resultando em taxas menores de utilização de aeronaves e de ocupação - também contribuíram para os resultados mais fracos", afirmam Takara e Parolin. A nota global passou de BB- para B+, enquanto o rating nacional caiu de brA para brBBB+, com perspectiva estável.

Mesmo com o rebaixamento, os analistas destacam que os ratings da companhia podem voltar a ser elevados caso a TAM reduza o seu endividamento total com uma melhora na geração de caixa. O patamar pedido pela S&P é de uma relação de 5x no indicador de dívida total sobre o Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

A métrica é considerada uma medida de capacidade de honrar os pagamentos. Ao final de 2009, a relação entre dívida e geração de caixa (Ebitda) chegou a 8,6%. As ações preferenciais da TAM estão entre as maiores baixas do Ibovespa este ano. Até o fechamento de quarta-feira, a queda acumulada alcançava 21,3%.

Standard and Poors Rebaixa TAM
http://d1.scribdassets.com/ScribdViewer.swf?document_id=31307007&access_key=key-193ujqpqyz4zvj6u6kqe&page=1&viewMode=list

Acompanhe tudo sobre:AçõesAgências de ratingAviaçãocompanhias-aereasEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasMercado financeiroRatingServiçosSetor de transporteStandard & Poor'sTAM

Mais de Mercados

PicPay estuda fazer IPO nos EUA, diz Bloomberg

É recorde (quase) todo dia: o que explica o otimismo de investidores com as bolsas de Nova York

STJ determina indenização de R$ 5 bilhões à CSN por disputa na Usiminas

Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, aumenta aposta no mercado de petróleo

Mais na Exame