Acompanhe:

Ações estão mais baratas que títulos e é um erro não comprá-las, diz Buffett

Investidor também criticou algumas regras de Wall Street, a qual chamou de Cassino

Modo escuro

Continua após a publicidade
Buffett recomendou investimento em ações e não em titulos públicos no evento da terça-feira (.)

Buffett recomendou investimento em ações e não em titulos públicos no evento da terça-feira (.)

M
Mirela Portugal

Publicado em 6 de outubro de 2010 às, 20h04.

São Paulo - Conhecido como "guru dos investimentos", e dono de uma multidão de seguidores fiéis à sua capacidade de identificar boas empresas para aplicar seu dinheiro,  Warren Buffett não costuma dar orientações diretas ao grande público. Mas foi bastante claro na última conferência da revista Fortune:  as pessoas estão cometendo um erro comprando títulos da dívida pública.

"É bastante claro que as ações são mais baratas do que títulos. Eu não consigo imaginar alguém ter títulos em sua carteira quando eles podem possuir ações", disse Buffett.  O megainvestidor de 80 anos deu o alerta na conferência de Mulheres Mais Poderosas do Mundo, da revista Fortune, realizada na terça-feira (5).

Buffett, que possui grandes participações acionárias nos bancos Wells Fargo e Goldman Sachs, ainda lançou uma crítica à regulamentação em Wall Street. "Um dos problemas que ainda temos são os incentivos desequilibrados para os gestores de grandes instituições financeiras.  Wall Street virou este cassino. É como uma igreja executando sorteios no final de semana", criticou.

Também passou pela mira de Buffett a  redução de impostos aos contribuintes mais ricos feita pelo ex-presidente George W. Bush. "Serão necessários cerca de 20% do PIB para financiar tudo o que acreditamos ter direito de ter nesse país, e ninguém vai nos dar esse dinheiro", declarou Buffett. "Pago, proporcionalmente, uma taxa mais baixa que uma empregada doméstica. O sistema não deveria funcionar assim", completou o  presidente executivo do grupo de investimentos Berkshire Hathaway.

Warren Buffett é o segundo homem mais rico dos Estados Unidos, segundo ranking da Forbes, com uma fortuna estimada de 45 bilhões de dólares.

Leia crítica de Buffett aos impostos americanos

Leia matéria original da Fortune

 

Siga as notícias de Mercados no Twitter

 

Últimas Notícias

Ver mais
Ibovespa cai e fecha no pior patamar do ano com ataque de Irã a Israel e mudança de meta fiscal
seloMercados

Ibovespa cai e fecha no pior patamar do ano com ataque de Irã a Israel e mudança de meta fiscal

Há um dia

Investidores millennials e da geração Z preferem criptomoedas a ações, mostra pesquisa
Future of Money

Investidores millennials e da geração Z preferem criptomoedas a ações, mostra pesquisa

Há 4 dias

Ibovespa cai à mínima do ano com EUA e Petrobras; dólar atinge máxima de R$ 5,12
seloMercados

Ibovespa cai à mínima do ano com EUA e Petrobras; dólar atinge máxima de R$ 5,12

Há 4 dias

Suspensão na Petrobras, balanços de bancos dos EUA e Starbucks: os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Suspensão na Petrobras, balanços de bancos dos EUA e Starbucks: os assuntos que movem o mercado

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais