Mercados

Acionistas da Ameristeel aprovam venda para Gerdau por US$1,7 bi

Separadamente a Gerdau anunciou que seu conselho aprovou dois adiantamentos para futuro aumento de capital

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 24 de agosto de 2010 às 18h10.

São Paulo - A Gerdau e sua subsidiária canadense Gerdau Ameristeel anunciaram nesta terça-feira que os acionistas da unidade norte-americana aprovaram o plano estruturado que estipula a venda da Gerdau Ameristeel para a Gerdau por 1,7 bilhão de dólares.

De acordo com o comunicado, a resolução foi aprovada por 93 por cento dos votos apresentados por detentores de ações ordinárias e 74 por cento do capital votante minoritário. Conforme previsto, a quantia por papel da Ameristeel ficou em 11 dólares pagos em dinheiro.

De acordo com a Gerdau, maior produtora de aços longos das Américas, a expectativa é de que o plano estruturado seja concluído ainda este mês.

A empresa havia anunciado em junho que seu conselho aprovara a aquisição de todas as ações de sua unidade norte-americana. Na época, o valor representava um ágio de 45,9 por cento sobre o preço de fechamento da ação nos 30 dias de negócios anteriores.

Separadamente a Gerdau anunciou que seu conselho aprovou dois adiantamentos para futuro aumento de capital, em até 275 milhões de reais para a Gerdau Internacional e até 645 milhões de reais para Gerdau Aços Especiais.

As ações da siderúrgica brasileira tinham queda de 1,51 por cento, para 23,45 reais, enquanto o papel da Ameristeel subia 1,22 por cento, a 11,63 dólares canadenses.

Veja mais de Ações

Siga as últimas notícias de Mercados no Twitter

Acompanhe tudo sobre:AcionistasAçõesEmpresasEmpresas brasileirasGerdauSiderurgiaSiderurgia e metalurgiaSiderúrgicas

Mais de Mercados

Ibovespa cai mais de 1% e retoma ao patamar dos 122 mil pontos

Grupo Mateus (GMAT3) avalia comprar rede do Novo Atacarejo

Livro Bege dos EUA, Caged, Pnad Contínua, falas do Fed e mais: o que move o mercado

Anglo American rejeita pedido da BHP para estender prazo de proposta

Mais na Exame