Acompanhe:

O que a IA pode fazer pela gestão pública? O CLP e Microsoft querem ajudar a entender

Parceria entre a organização e a big tech visa impulsionar a eficiência e a inovação no setor público brasileiro. O objetivo: gerar uso ético e transparente da inteligência artificial

Modo escuro

Continua após a publicidade
Tadeu Barros: diretor-presidente do CLP

Tadeu Barros: diretor-presidente do CLP

Depois que o ChatGPT se tornou a inteligência artificial (IA) generativa mais usada mundialmente, com 100 milhões de usuários, surgiu rapidamente entre as empresas a preocupação sobre como seus funcionários utilizam o bot da OpenAI e tantos outros que surgiram ao longo deste ano. Na tangente, em menor intensidade se discutiu como os governos e todo o setor público dariam uso para esse potente recurso tecnológico.

Para mitigar os efeitios nocivos, mas também impulsionar o que de bom a IA pode oferecer, a Microsoft Brasil e o Centro de Liderança Pública (CLP) anunciaram o lançamento de um guia dedicado à aplicação de inteligência artificial na gestão pública. O evento de lançamento ocorreu durante o 127º Fórum Nacional de Secretários de Estado da Administração em Maceió, Alagoas, em novembro.

O guia, disponível no link, destaca as múltiplas possibilidades de uso da IA no setor público, abrangendo áreas como saúde e segurança. Segundo Tadeu Barros, diretor-presidente do CLP, o objetivo é orientar principalmente os servidores públicos em seus projetos e dia a dia administrativo.

"O documento baseia-se no NIST AI 100-1 Artificial Intelligence Risk Management Framework, desenvolvido pelo National Institute of Standards and Technology dos EUA. Na concepção, fizemos a divisão entre uma versão mais simples e introdotória, e um mais robusto, que serve para usos mais avançados e que trabalhem a IA com mais profundidade", diz Barros.

E faz sentido ter uma diretriz como propõe a CLP. O Brasil figura na 39ª posição no ranking global de desenvolvimento de tecnologias de IA, segundo dados de 2022 do Tortoise Media, um site britânico. No contexto sul-americano, o país se destaca ainda mais, ocupando a 28ª colocação em termos de implementação de políticas públicas voltadas para o avanço da IA.

Ronan Damasco, diretor de Tecnologia da Microsoft Brasil, reforça a importância do guia e da participação das empresas que fornecem infraestrutura nos debate. Para ele, além do potencial para melhorar a eficiência dos serviços públicos, há como beneficiar a economia e a sociedade.

"Além do guia, o CLP desenvolveu um manual de boas práticas em inteligência artificial na gestão pública brasileira, compartilhando iniciativas em andamento no país. Um dos exemplos citados é o assistente virtual Jaque, usado pela Secretaria do Tesouro Nacional, que já realizou mais de 2.800 interações, reduzindo a carga de trabalho dos servidores", conta Damasco

Esta posição privilegiada abre caminhos para que o Brasil possa focar em questões sociais complexas, transcendendo as atividades administrativas e burocráticas do cotidiano. A integração eficaz da IA nos processos rotineiros de trabalho promete revolucionar o custo operacional do setor público.

Mais do que isso, colocando os cidadãos no centro das atenções e utilizando a IA para analisar e resolver problemas fundamentais, novos processos de trabalho inovadores e impactantes podem ser desenvolvidos.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Tinder expande verificação de identidade para combater golpes com perfis criados por IA
Inteligência Artificial

Tinder expande verificação de identidade para combater golpes com perfis criados por IA

Há um dia

Converse com o PDF com a nova assistente de IA do Adobe Acrobat
Inteligência Artificial

Converse com o PDF com a nova assistente de IA do Adobe Acrobat

Há um dia

Chatbot da Air Canada erra informação e dá prejuízo para linha áerea
Inteligência Artificial

Chatbot da Air Canada erra informação e dá prejuízo para linha áerea

Há um dia

Coreia do Norte usa IA para roubar tecnologias e financiar programa nuclear, revela jornal
Inteligência Artificial

Coreia do Norte usa IA para roubar tecnologias e financiar programa nuclear, revela jornal

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais