Inteligência Artificial

O Google será melhor? Atualização em teste usa IA para sugerir vídeos, links e comentários na busca

Chamado pela sigla SGE, o novo tipo de busca do Google quer trazer sugestões e indicações selecionas por inteligência artificial e de forma personalizada

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 2 de agosto de 2023 às 15h57.

Última atualização em 2 de agosto de 2023 às 15h57.

Google está introduzindo uma nova funcionalidade na chama Experiência Gerativa de Pesquisa com Inteligência Artificial (SGE), permitindo aos usuários ver mais imagens e vídeos por meio de uma caixa de resumo colorida no topo dos resultados de pesquisa.

Se o recurso SGE estiver habilitado em Search Labs, os usuários que usam o Google em inglês observarão essa mudança.

A gigante da tecnologia também está trabalhando para fazer com que essa caixa de resumo apareça de forma rápida, adicionando mais contexto aos links oferecidos.

A SGE, ainda na fase de "experimento", está sendo observada como o futuro da busca, conforme afirmado pelo CEO Sundar Pichai na última apresentação de resultados da Alphabet.

YouTube entra na busca

Esta transição para a SGE traz importantes perguntas sobre o futuro da web e apresenta desafios na execução do produto. Google está integrando o YouTube cada vez mais nos resultados de pesquisa, vinculando capítulos ou momentos específicos dentro de um vídeo que podem ajudar em consultas específicas.

Google também anunciou a exibição de datas de publicação ao lado dos três artigos na caixa de resumo para ajudar os usuários a entender a atualidade das informações das páginas da web. Outros experimentos com links em linha na caixa de resumo do AI foram observados.

Os desafios continuam a existir para o Google na busca pela velocidade ideal do SGE. As ferramentas baseadas em modelos de linguagem ampla, como SGE, Bing, ChatGPT e Bard, levam alguns segundos para gerar respostas. Em junho, o Google afirmou ter reduzido o tempo de carregamento pela metade, embora alguns usuários não tenham notado diferença significativa.

Apesar dos desafios, o SGE tem mostrado ser uma ferramenta útil, especialmente em perguntas abertas onde não existe uma resposta correta, mas o usuário está buscando ideias e opções. Com mais fontes, mídia e contexto, o SGE pode começar a desafiar ainda mais o formato tradicional de links nos resultados de pesquisa.

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificialGoogle

Mais de Inteligência Artificial

Desmistificando a IA: como ela está transformando negócios e carreiras

IA vira arma para hackers e empresas se encontram sem profissionais qualificados

Para surfar a onda da IA, Samsung promete aos clientes fábrica de chips 20% mais rápida

Amazon enfrenta desafios para integrar IA generativa na Alexa, revelam ex-funcionários

Mais na Exame