Inteligência Artificial

Momenta, chinesa de carros autônomos, estuda IPO nos EUA

A startup busca captar entre US$ 200 milhões e US$ 300 milhões com o apoio de grandes instituições financeiras

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 6 de maio de 2024 às 13h12.

Última atualização em 6 de maio de 2024 às 13h27.

A startup chinesa de veículos autônomos, Beijing Momenta, apresentou confidencialmente um pedido de oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) nos Estados Unidos, segundo a Bloomberg.

A empresa está trabalhando em conjunto com China International Capital, Goldman Sachs e UBS no possível IPO, que pode ocorrer ainda neste ano. Espera-se que a operação levante entre US$ 200 milhões e US$ 300 milhões.

As discussões ainda estão em andamento, e a empresa pode decidir não seguir em frente com o IPO nos Estados Unidos.

Estudando propostas

No ano passado, a Momenta estava considerando um IPO nos EUA ou em Hong Kong, visando arrecadar até US$ 1 bilhão.

Fundada em 2016 por uma equipe de engenheiros de inteligência artificial da Microsoft Research Asia, a Momenta conta com investidores como General Motors, Temasek Holdings Pte e IDG Capital. A empresa também recebeu investimentos da SAIC Motor e da Yunfeng Capital, do bilionário Jack Ma.

Em agosto, a GM obteve uma autorização para testar veículos elétricos autônomos em zonas designadas em Xangai, utilizando a tecnologia da Momenta.

Acompanhe tudo sobre:IPOsInteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

As ações nada óbvias que podem se beneficiar pelo boom da IA

O brasileiro vai se adaptar a conversar com robôs, diz head de atendimento do BB

Uso de IA já não é mais uma escolha, diz Marcelo Braga, CEO da IBM

Lenovo lança primeiros notebooks Copilot+ com chips Snapdragon X no Brasil

Mais na Exame