Inteligência Artificial

Brasil é o país que mais usa IA no marketing na América Latina, aponta estudo

Pesquisa da Twilio com 2,45 mil líderes empresariais revela que 98% das empresas brasileiras estão experimentando com IA em canais de marketing

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 23 de outubro de 2023 às 16h23.

Última atualização em 23 de outubro de 2023 às 16h59.

O mais recente Growth Report da Twilio Segment, divulgado recentemente, coloca o Brasil no topo da lista de países da América Latina em termos de adoção de inteligência artificial (IA) em estratégias de marketing.

O estudo, que ouviu 2,45 mil líderes empresariais, mostra que 98% das empresas nacionais estão experimentando com essa tecnologia em seus canais de marketing.

No cenário global, a adoção de IA em marketing também é expressiva. Cerca de 88% das empresas ao redor do mundo já implementaram alguma forma de IA em suas campanhas, e 54% planejam aumentar seus investimentos em ações impulsionadas por essa tecnologia no próximo ano. O otimismo é evidente, com 90% dos líderes acreditando que a IA trará economias significativas em tempo e custos para seus negócios.

Os chatbots de IA generativa, conhecidos como GenAI, estão ganhando destaque. Segundo o relatório, 38% das empresas planejam usar esses chatbots em suas estratégias de marketing.

Além disso, 34% dos líderes empresariais estão integrando IA preditiva para personalizar suas campanhas. Um exemplo é a Cisco, que utiliza a plataforma Twilio Segment para coletar dados analíticos e desenvolver modelos de IA que preveem o comportamento de compra dos usuários.

O desafio são os dados

A qualidade dos dados é um ponto crucial para o sucesso da IA. O estudo aponta que 40% das empresas enfrentam desafios relacionados à baixa qualidade dos dados ou infraestruturas tecnológicas inadequadas. No entanto, 71% acreditam que a IA seria ainda mais eficaz com acesso a dados de melhor qualidade.

As Plataformas de Dados do Cliente (CDPs) surgem como solução para esse desafio. Empresas que adotam CDPs tiveram um crescimento de 32% no último ano, enquanto aquelas que não o fizeram cresceram 21%. Essas plataformas estão gradualmente substituindo os tradicionais sistemas de CRM, com 24% das empresas planejando reduzir seus investimentos em CRM nos próximos 12 meses.

A privacidade dos dados dos clientes continua sendo uma preocupação central. Mesmo com 66% dos líderes acreditando que os clientes valorizariam um marketing aprimorado pela IA, 28% ainda têm receios relacionados à privacidade. Em resposta, 85% das empresas planejam melhorar a coleta e utilização de dados próprios no próximo ano.

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificial

Mais de Inteligência Artificial

Mistral AI levanta US$ 645 milhões e atinge valor de US$ 6,5 bilhões

Senado defende aprovação de projeto de lei sobre inteligência artificial no Brasil

Google lança ferramenta de IA NotebookLM e novos recursos em português

Com regulação branda, Milei quer tornar Argentina em polo da inteligência artificial

Mais na Exame