Vendas de carros elétricos no Brasil crescem 221% no primeiro semestre

BMW, pioneira do setor no país, aposta em crescimento expressivo e disponibiliza modelos eletrificados de várias categorias

O segmento de carros elétricos e eletrificados no Brasil parece ter ignorado a crise provocada pela pandemia de covid-19. As vendas de autos e comerciais leves eletrificados (100% a bateria, híbridos plug-in e híbridos não plug-in) no país, de janeiro a junho, alcançaram 7.568 unidades, um aumento de 221% sobre o mesmo período de 2019, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Ainda que o número total de autos eletrificados no país seja pequeno em relação ao total da frota (30.092), o crescimento expressivo desse segmento vai na contramão da indústria automobilística convencional de veículos a combustão. O setor apresentou queda de 50,5% na produção e de 38,2% nas vendas/emplacamentos no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da Anfavea. Para o ano, a entidade projeta uma redução de 40% nas vendas.

Pioneirismo

Para o BMW Group, um dos líderes mundiais em carros elétricos, a eletrificação é um dos pilares de sua estratégia corporativa, que tem como visão a consolidação da marca como o principal fornecedor de mobilidade premium individual e de serviços de mobilidade do planeta. A expectativa é que seus automóveis elétricos puros e híbridos plug-in tenham uma participação cada vez maior na produção global da marca.

No Brasil, a montadora segue a tendência. Foi pioneira no país na comercialização desses automóveis, com o lançamento do Série 7 Activehybrid em 2011. Dois anos depois veio o Série 3 Activehybrid e, em 2014, chegaram os modelos BMW i3 e BMW i8.

Além dos veículos, as iniciativas da marca abrangem a infraestrutura de recarga. A montadora já instalou mais de 200 pontos com BMW Wallbox em postos de combustíveis, supermercados e shopping centers do país, junto com diversos parceiros estratégicos. Também criou um corredor de carregamento na Via Dutra, ligando as duas principais metrópoles nacionais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Modelos

Hoje, o grupo possui um portfólio de veículos eletrificados que prezam não só pela sustentabilidade mas também por atributos que fizeram da marca uma das mais reconhecidas no mundo — esportividade, tecnologia, eficiência e conectividade. Confira, a seguir, os modelos eletrificados da BMW no Brasil:

BMW 330e M Sport: sistema de comando de voz e inteligência artificial identifica hábitos do condutor e adapta funções, como a temperatura do veículo

BMW 330e M Sport: sistema de comando de voz e inteligência artificial identifica hábitos do condutor e adapta funções, como a temperatura do veículo (BMW/Divulgação)

BMW 330e M Sport

O modelo híbrido plug-in de transmissão automática de oito velocidades combina o motor BMW TwinPower Turbo de 4 cilindros a gasolina de 184 cv ao motor elétrico com bateria de íon-lítio de alta voltagem e potência de 113 cv. Juntos, os dois motores têm potência de 292 cv e torque combinado de 420 Nm, garantindo uma aceleração de zero a 100 km/h em apenas 5,9 segundos e velocidade máxima de 230 km/h.

Há diferentes modos de condução do veículo utilizando apenas eletricidade: no modo Hybrid, a velocidade máxima é de 110 km/h, já no modo Electric, a velocidade máxima sobe para 140 km/h, livre de emissões. Rodando apenas no modo elétrico, o modelo tem autonomia de 66 quilômetros (WLTP).

A versão conta com um sistema de comando de voz e inteligência artificial que identifica hábitos do condutor e adapta funções, como a temperatura do veículo. Também conta com alerta de mudança de faixa, de tráfego em cruzamento dianteiro e traseiro, assistente de mudança de faixa com sistema ativo de proteção lateral e assistente de estacionamento, que faz balizas de modo automático.

Entre as tecnologias embarcadas no modelo estão: sistema de câmeras 360 graus, piloto automático adaptativo, chamada de emergência automática em caso de colisão, serviços de concierge e acesso remoto a funções do veículo por meio do smartphone.

BMW 530e: abastecimento em tomadas domésticas e velocidade máxima de 140 Km/h no modo elétrico

BMW 530e: abastecimento em tomadas domésticas e velocidade máxima de 140 Km/h no modo elétrico (BMW/Divulgação)

BMW 530e

O modelo combina um motor elétrico de 95 cv, alimentado por uma bateria de íons de lítio de alta tensão que pode ser abastecida em tomadas domésticas de eletricidade, com um motor a gasolina de 4 cilindros de 184 cv. Os dois motores oferecem uma potência combinada de 252 cv. Com a transmissão automática de oito velocidades, entrega aceleração de zero a 100 km/h em 6,2 segundos.
Quando se dirige utilizando apenas a eletricidade como fonte de energia, o veículo apresenta autonomia de 45 quilômetros e velocidade máxima de 140 km/h. A gestão inteligente da energia permite escolher de maneira preditiva o modo de direção apropriado. Dados de navegação disponíveis são usados para identificar antecipadamente os trechos da rota e as situações de direção mais adequadas ao motor elétrico ou ao carregamento da bateria de alta tensão.

Também é possível agendar o carregamento por meio de um temporizador ao longo do caminho em estações públicas para carregamento. O sistema de navegação e o aplicativo BMW Connected fornecem informações a respeito da localização e da disponibilidade das estações apropriadas.

Outro destaque do modelo é a conectividade. O aplicativo BMW Connected, para iOS e Android, exibe dados em tempo real, como a carga da bateria e a autonomia remanescente.

bmw BMW 745Le M Sport: potência total de 394 cavalos e autonomia de até 50 quilômetros com motor elétrico

BMW 745Le M Sport: potência total de 394 cavalos e autonomia de até 50 quilômetros com motor elétrico (BMW/Divulgação)

BMW 745Le M Sport

Evolução do primeiro Série 7 eletrificado lançado no Brasil, o BMW 745Le híbrido plug-in reúne o melhor de dois mundos: o notável desempenho do motor 3.0 de 6 cilindros e 286 cv, com a eficiência da bateria de alta tensão de última geração de 113 cv e sistema de regeneração de energia. A potência combinada dos dois motores é de 394 cv e torque de 600 Nm.

O motor elétrico inovador, integrado à transmissão automática de oito velocidades, permite dirigir exclusivamente a partir da tração elétrica, atingindo velocidades de até 140 km/h e com autonomia de até 50 quilômetros.

O design externo impressiona, principalmente por uma frente distinta. Na lateral, a saída de ar vertical enfatiza a altura do veículo. Já o interior é revestido com materiais exclusivos e de alta qualidade. Itens como tapetes de veludo, cortinas elétricas nos vidros, painel 100% digital com head-up display, bancos dianteiros e traseiros com ajustes elétricos e TV digital oferecem um conforto de primeira classe.

O veículo apresenta inovadores recursos de conectividade do Connected Package Professional, que reúne opções para personalizar a direção. É possível conectar um smartphone ao veículo, permitindo planejar e interagir com mais rapidez.

Ele ainda traz os pioneiros sistemas de assistência de direção, como o assistente de direção e o de mudança de faixa, além dos sistemas de assistência para estacionar. Já o BMW ConnectedDrive oferece serviço de concierge, que faz uma busca rápida de pontos de interesse baseada em geolocalização, enviando rotas ao GPS do veículo, além de informações de voo, clima, reservas de hotel, programação de cinema, entre outras funções.

BMW X3 30e: construção inteligente de baixo peso e medidas aerodinâmicas interligadas impactam a dinâmica e a eficiência e reduzem o consumo de combustível

BMW X3 30e: construção inteligente de baixo peso e medidas aerodinâmicas interligadas impactam a dinâmica e a eficiência e reduzem o consumo de combustível (BMW/Divulgação)

BMW X3 30e

O modelo plug-in híbrido da marca é um SUV 4×4 com motor BMW PHEV 2.0L de 4 cilindros, 292 cv de potência combinada e 420 Nm de torque. Alcança a velocidade máxima de 210 km/h e sua aceleração vai de a zero a 100 km/h em 6,1 segundos. Sua autonomia no modo elétrico é de 46 quilômetros (ciclo WLTP).

Sua construção inteligente de baixo peso e medidas aerodinâmicas interligadas impacta a dinâmica extremamente ágil e a eficiência e reduz o consumo de combustível. Graças à condução semiautônoma e ao sistema inteligente de tração nas quatro rodas BMW xDrive, o modelo ainda proporciona conforto na condução. O conforto acústico aprimorado torna o interior do modelo um ambiente tranquilo, mesmo em velocidades elevadas: vidros acústicos diminuem consideravelmente o ruído do vento e do exterior.

O BMW X3 30e oferece uma orientação extremamente intuitiva para o usuário: botões organizados, distâncias curtas entre eles e funções específicas podem ser utilizados por meio do controle por voz inteligente e touchscreen. O BMW Head-Up Display projeta toda a informação relevante — velocidade, navegação, contatos telefônicos e entretenimento — diretamente no campo de visão do motorista, permitindo concentração total na condução.

O veículo tem assistentes de condução semiautônoma que permitem a direção inteligente em situações como congestionamentos, trânsito lento ou viagens longas. Também dispõe de câmera de ré e sensores dianteiros e traseiros, que medem os espaços para estacionar automaticamente, assistente ativo de proteção contra colisão lateral, alerta de tráfego em cruzamentos em casos de visibilidade restrita e assistente auxiliar de troca de faixa.

O modelo é o único SUV híbrido do mercado premium nacional com atualização remota de software gratuita de algumas funcionalidades do veículo por meio de smartphones Android e iOS (iPhone e iPad).

BMW X5 xDrive 45e M Sport: aceleração de zero a 100 km/h em 5,6 segundos e velocidade máxima de 235 km/h

BMW X5 xDrive 45e M Sport: aceleração de zero a 100 km/h em 5,6 segundos e velocidade máxima de 235 km/h (BMW/Divulgação)

BMW X5 xDrive 45e M Sport

O modelo tem aparência e dimensões semelhantes à de um SUV tradicional, mas com um baixo centro de gravidade e suspensão ajustada para dinâmica esportiva, similar à de um sedã. É a versão híbrida do BMW X5, o carro mais vendido nesse segmento no mundo e um dos modelos mais bem-sucedidos da marca.

O motor BMW eDrive é a junção do motor a combustão 3.0 turbo de 6 cilindros em linha de 286 cv com um elétrico de 112 cv. Combinados, ambos têm 394 cv de potência e torque de 600 Nm. Sua aceleração vai de zero a 100 km/h em 5,6 segundos e sua velocidade máxima é de 235 km/h.

A versão tem transmissão automática de oito velocidades e tração integral xDrive. Sua autonomia elétrica é de 87 quilômetros (WLTP) quando utiliza apenas a propulsão elétrica. Esse resultado deve-se à evolução do BMW plug-in híbrido e de seu gerenciamento inteligente de energia, que coordena a interação de todos os componentes de direção, otimizando a eficiência da direção híbrida.

O veículo tem um sensor 3D localizado acima do display central que capta os gestos do motorista e do passageiro dianteiro para controlar funções específicas do sistema, como abaixar e aumentar o volume do som, aceitar e rejeitar chamadas telefônicas, navegar pelo menu do sistema, girar a visão 360 graus do carro nas câmeras do Surround View, entre outras.

BMW i3: baixo peso e centro de gravidade rebaixado incrementam sua agilidade e autonomia

BMW i3: baixo peso e centro de gravidade rebaixado incrementam sua agilidade e autonomia (BMW/Divulgação)

BMW i3

A bateria do BMW i3 permite uma autonomia de 335 quilômetros no ciclo WLTP (440 quilômetros com o opcional extensor de autonomia — REX a combustão). Graças ao sistema de tração BMW eDrive totalmente elétrico, acelera de zero a 100 km/h em 8,1 segundos, sem interrupção. O motor elétrico do BMW i3 REX tem potência de 170 cv e torque de 250 Nm, permitindo dirigir por até 180 quilômetros no modo elétrico.

O extensor de autonomia é ativado automaticamente quando o nível de carga da bateria fica baixo, prolongando a autonomia em até 150 quilômetros. O módulo Life, moderna célula de passageiros desenvolvida para veículos elétricos da BMW, é feito de fibra de carbono, material particularmente leve, mas também mais resistente e durável. O baixo peso e o centro de gravidade rebaixado incrementam sua agilidade e autonomia.

As possibilidades de carregamento inteligente do BMW i3 garantem flexibilidade e tempos de carregamento curtos para deslocamentos diários. Eles variam devido a fatores como temperatura, perfil de condução e fonte de energia.

O exterior do veículo tem extremidades curtas e salientes. As janelas possuem uma “fluidez” que parece compor uma superfície única e oferecem uma espaçosa vista panorâmica. Internamente, o design aberto e convidativo torna o embarque simples e confortável. O revestimento dos bancos tem tratamento natural e a madeira aplicada ao painel é originária de eucaliptos cultivados e certificados na Europa. Além disso, 25% dos materiais plásticos usados no interior são de origem reciclada.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.