Future of Money

Simulação da CVM e Anbima revela que 48% dos investidores cairiam em golpe com criptomoedas

Site "falso" continha vários indícios de que se tratava de uma potencial fraude, mesmo assim 49 mil dos 104 mil visitantes únicos demonstraram interesse

 (Getty Images/Reprodução)

(Getty Images/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 16 de maio de 2024 às 09h30.

Tudo sobreCriptomoedas
Saiba mais

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a Associação Brasileira dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima) divulgaram na quarta-feira, 15, números de uma simulação de um site de uma corretora de criptomoedas fictícia contendo diversos sinais de que a falsa plataforma seria um golpe. Mesmo assim, 48% das pessoas que clicaram no anúncio da corretora falsa potencialmente poderiam cair no golpe, de acordo com a simulação.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

A página da corretora de criptomoedas falsa foi construída evidenciando indícios de potencial fraude, como promessas de lucros altos sem riscos e de aumento rápido do patrimônio, textos com erros gramaticais, ausência de informação sobre o CNPJ da empresa, dados divergentes e incentivo a pirâmide financeira.

De acordo com a CVM, mesmo com as evidências de golpe, mais de 49 mil dos 104 mil visitantes únicos do site demonstraram interesse em contratar a plataforma para investir dinheiro. Segundo a autarquia, o site fictício ficou no ar durante quatro meses do segundo semestre de 2023 e teve mais de 170 mil acessos no total, oriundos de anúncios online e nas redes sociais.

Ao clicar em algum dos links da página, os visitantes eram direcionados ao conteúdo educativo, com o alerta de que poderiam ter caído em um golpe e orientações para se precaverem em casos semelhantes.

"É muito importante reconhecer que promessas de resultados garantidos e ofertas que condicionam senso de urgência são fortes indícios de fraudes financeiras. Um hábito saudável ao investir é, antes de aplicar os recursos, pesquisar instituições formais e autorizadas a prestar o serviço”, considerou o Superintendente de Sustentabilidade, Inovação e Educação da Anbima, Marcelo Bili.

Por sua vez, a Superintendente de Proteção e Orientação aos Investidores (SOI) da CVM, Nathalie Vidual, acrescentou que a iniciativa educacional do site de phishing tem mostrado, regularmente, que há ainda um longo caminho para educar e instruir os brasileiros em geral sobre como evitar fraudes financeiras.”

“Esse tema, proteção contra fraudes, é a base da Semana Nacional de Educação Financeira deste ano, em que várias instituições, do governo e da iniciativa privada, vão promover atividades educacionais para alertar sobre a gravidade dessa questão", completou.

Em março do ano passado, a CVM e a Anbima divulgaram os resultados de uma plataforma fictícia de investimentos apontando que 48,8% dos investidores cairiam no golpe.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:AnbimaCVMCriptomoedasCriptoativosFraudes

Mais de Future of Money

Desenvolvedor se desculpa após roubar mais de R$ 2 milhões em criptomoedas e perder tudo em apostas

"A gente acredita muito no bitcoin", diz CEO do Nubank após área de cripto crescer 1.500%

Bitcoin dispara com dados de inflação nos EUA e cenário macro será "decisivo" para cripto

Worldcoin, projeto de Sam Altman, muda sistema de privacidade e deleta dados de usuários

Mais na Exame